TEXTO BASE – I SAMUEL 4.1-11 e 2.12-17;22

Durante toda a história do povo de Israel, o seu maior adversário foram os Filisteus. Os Filisteus causavam muitos problemas para Israel e com isso eles viviam sempre atemorizados pelos Filisteus.

Um dia Iavé levanta um homem chamado Sansão para enfrentar os Filisteus e cumprir um propósito Dele (Iavé). Muitos estudiosos consideram que Sansão foi o grande libertador do povo de Israel das mãos dos Filisteus, mas se analisarmos bem as Escrituras Sagradas, podemos notar claramente que Sansão não foi o grande libertador, mas sim, aquele que INICIOU o processo de libertação. O propósito de Iavé na vida de Sansão foi de iniciar o processo de libertação que se concretizaria mais tarde com o grande rei Davi.

Vemos na passagem de I Sm. 4.1-4 que Israel está vivendo um dos seus vários momentos de aflição por causa dos Filisteus. Não existem mais Débora, Jefté, Gideão e nem mesmo Sansão. Israel está acampado em Ebenézer e os Filisteus em Afeca. Os Filisteus então, em ordem de batalha partem para cima de Israel invadindo o território hoje conhecido como a Palestina; a batalha é travada e o saldo é de 4.000 (quatro mil) soldados de Israel mortos em campo aberto.

O povo de Israel então volta para o arraial e os anciãos (aqueles mais experientes) perguntam ao profeta: “Profeta, porque perdemos esta batalha?” – “Porque perdemos, se somos o povo escolhido de Deus?”

O profeta então dá uma ordem: “Tragam a Arca da Aliança do Senhor que está em Siló.”

A Arca da Aliança representava o próprio Deus entre os homens. Por várias vezes o exército de Israel carregou a Arca à frente de seus exércitos nas batalhas realizadas durante a conquista de Canaã. Dentro da Arca tinha as tábuas dos dez mandamentos, a vara de Arão que floresceu e o maná que veio do céu, lembrando ao Seu povo de que Ele é o Jeová Jireh, o provedor de todas as coisas.

A Arca da Aliança estava há anos esquecida em Siló. Largaram em Siló a aliança com Deus.

Hoje em dia vemos muitas pessoas agindo assim dessa maneira como o povo de Israel nessa passagem. Só se lembram de Deus quando as coisas vão de mal a pior; só lembram de Deus quando estão passando por uma luta, por uma doença, por uma injustiça, por uma perda. Mas quando tudo vai bem deixam Deus em Siló.

Trouxeram então a Arca de Siló. E quando a Arca chegou até o arraial diz a Palavra de Deus que os brados de alegria eram tão altos que os Filisteus há pelo menos 3 quilômetros de distância puderam ouvir os gritos. Era o brado de um povo pentecostal!

Os brados e a alegria eram tão grandes que os Filisteus ficaram sabendo o motivo de tanta alegria e festa, que começaram a ficar atemorizados.

O general Filisteu começou então a encorajar o seu exército e foram para mais uma batalha contra Israel. Israel por sua vez já com a Arca da Aliança presente foi para a batalha certo da sua vitória. Afinal de contas diziam os mais confiantes: “Deus está conosco!”; “A presença de Deus está conosco!”

Então eles pelejaram e mais uma vez Israel foi derrotado. E dessa vez o estrago foi maior, porque agora foram mortos 30.000 homens do exército de Israel.

Mas como pode isso? Afinal de contas Deus não estava entre eles?

Não trouxeram a Arca da Aliança?

Como pode dessa vez morrerem mais homens do que quando a Arca não estava presente?

SE DEUS ESTÁ PRESENTE, PORQUE PERDEMOS A BATALHA?

PORQUE UMA COISA É VOCÊ SABER QUE DEUS ESTÁ PRESENTE. OUTRA COISA É DEUS MANIFESTAR O SEU PODER!

Deus estava ali? Sim estava. Porque então Israel foi derrotado?

Porque Deus não manifestou o seu poder. Deus não pôde manifestar o seu poder!

E porque Deus não manifestou o seu poder ali?

No versículo 4 do capítulo 4 de I Samuel a Palavra de Deus diz que quem estava carregando a Arca eram Hofni e Finéias. Quem eram Hofni e Finéias?

Eram os filhos do sacerdote Eli e somente os sacerdotes levitas podiam tocar na Arca, Hofni e Finéias estavam então dentro desse contexto, porém, um outro contexto no tocante ao comportamento desses rapazes impedia o poder de Deus de se manifestar. Veja quem eram Hofni e Finéias no cap. I Sm. 2.12-17;22

Hofni e Finéias estavam em pecado. Deitavam-se com as mulheres que serviam à entrada da tenda da congregação, incitavam a idolatria, roubavam as ofertas de Deus e Eli seu pai era conivente com tudo isso.

Os sacerdotes estavam todos eles em pecado. E quando o sacerdócio está em pecado só uma atitude que libera Deus para manifestar o seu poder: Confissão e arrependimento, algo que eles não estavam dispostos a fazer.

Deus está presente em tudo porque a Palavra de Deus diz em Pv.15.3 que os olhos do Senhor estão em todos os lugares, contemplando os maus e os bons, mas em pecado ninguém pode sentir o poder de Deus se manifestar, a não ser que haja um verdadeiro arrependimento.

Levaram a Arca da alinça achando que poderiam manipular Deus. Fizeram da Arca um amuleto e a Deus ninguém pode manipular.

Quando falamos de sacerdócio não falamos apenas de pastores, evangelistas, obreiros que estão tentando manipular o poder Deus nos púlpitos, mas falamos também do sacerdócio no casamento, na familia, no trabalho, nos relacionamentos.

Quantos maridos e esposas não estão vendo o poder de Deus agir porque estão em pecado e não confessam e nem se arrependem?

Quantos pais estão vendo seus filhos destruídos pelas drogas sem ver o poder de Deus agir por causa de seus pecados?

Não adianta você querer ver Deus agir na sua vida lá no seu trabalho lhe dando uma promoção e te prosperando se você está roubando o seu patrão e vice-versa.

Se quisermos ver o poder de Deus se manifestar além de sua presença, precisamos confessar nossos pecados e nos arrependermos e só assim o caminho estará livre para o Espirito Santo de Deus agir em nossas vidas.

Deus abomina o pecado, mas ama o pecador. O que Deus não admite é ver alguém a quem Ele escolheu e por quem Ele deu a sua própria vida, viver uma vida de pecado.

Você que está lendo essa mensagem meu amado irmão e irmã, saiba de uma coisa: Deus te ama e quer te dar a paz. Quer estar muito mais do que presente na sua vida. Ele quer manifestar todo o Seu poder e fazer de você alguém que é mais do que vencedor em Cristo Jesus!

Confesse hoje e se arrependa de seus pecados, Deus quer se manifestar hoje na sua vida. Para honra e gloria Dele. Amém.

Sê fiel até a morte e dar-te-ei a corôa da vida!

Que o Senhor lhe abençoe muitíssimo!

Nele, por Ele, para Ele.

Pr. ANDRÉ LEPRE

Deixe sua opinião