Gn. 15:1-17

Introdução:
Uma aliança é uma proposta de acordo que visa beneficiar as partes envolvidas, uma vez quebrada por uma das partes perde seu valor por deixar de ser boa em sua essência e plenitude.

1) A primeira foi proposta por Deus. Gn. 2:16, 17
E diga-se por certo que todas as grandes alianças foram propostas por Deus, objetivando abençoar ao homem e ser glorificado por este.
Deus sempre fez questão de estar aliançado ao homem. (e isso para beneficio nosso)
Ele fez isso no dilúvio, na saída do Egito e em tantos outros momentos.

2) A aliança nos remete a algumas atitudes.
–  Compromisso. Quando eu tenho uma aliança com alguém eu procuro honrar a outra parte principalmente na ausência. Ex: casamento.
– Paciência. Uma pessoa aliançada entende que nem sempre ela vai entender o que a outra está vendo ou querendo dizer, porém, aguarda, pois em breve entenderá. Toda vez que Deus se encontrava com Abraão Ele reiterava a aliança.
– Lealdade. Se Abraão não fosse fiel ao Senhor ele teria voltado aos deuses de seus antepassados e Deus teria que escolher outra pessoa. E Abraão por sua vez não teria seu sonho realizado. Não é porque está aparentemente demorando sua vitória que Deus se esqueceu de você. Seja leal ele está vindo ai.
– Perseverança. Não desista. Faça como Abraão enxote as aves que querem levar sua oferta seu sacrifício. (Deus vai passar pelo seu sacrifício aguarde)

3) Quando uma aliança é rompida:
– Outra deve ser feita e colocada no lugar, aliança não pode ter emenda, pois em uma aliança os deveres e direitos caminham juntos, e a unidade é a marca que rege tão vinculo não se sabendo onde começa ou termina as partes. E o material de uma parte é o mesmo de outra parte, portanto não se distingue.
– Uma das partes deve propor outra aliança ou fim do acordo.

Conclusão:
Só a infinita misericórdia e bondade de Deus e seu imensurável amor é que faz com que Ele o todo poderoso proponha uma nova aliança a nós pecadores que tantos prejuízos causamos ao reino. Tudo porque Ele não abre mão de nenhum de nós. Então vejamos por bondade misericórdia ou amor como estão nossas alianças ou com quem temos feito estas alianças.

Que Deus nos abençoe.

 

Pr. Alberto Verissimo 

Portal Padom

Deixe sua opinião