Adolescente preso por distribuir Bíblias reafirma sua fé e desafia a oposição

Adolescente no Canadá é preso por distribuir Bíblias e afirma que continuará compartilhando sua fé publicamente

276
Adolescente canadense é preso após briga enquanto distribuía Bíblias
Adolescente canadense é preso após briga enquanto distribuía Bíblias

Um adolescente em Alberta, Canadá, que foi recentemente preso enquanto distribuía Bíblias, argumentou que continuará a compartilhar sua fé em público.

Segundo o Faithwire, Josh Alexander, de 16 anos, foi supostamente preso na última quarta-feira após um confronto entre ele, seus apoiadores e um grupo de contra-manifestantes.

“Hoje fui algemado e colocado em uma viatura policial por oferecer Bíblias a estudantes em uma calçada pública em Calgary”, twittou Alexander na última quarta-feira (17 de maio).

“Fui liberado e disseram que se eu voltasse, seria preso e acusado. Continuarei distribuindo Bíblias”, continuou ele. “Pois não me envergonho do Evangelho de Cristo.”

Em um tweet posterior, Alexander afirmou: “Não vou ceder à pressão da multidão politicamente correta ou do estado corrupto. Continuaremos a espalhar a verdade com amor.”

De acordo com o Faithwire, Maxime Bernier, líder do Partido Popular do Canadá, criticou os policiais por prenderem Alexander.

“Se você queima uma igreja neste país, a polícia não vai destinar recursos para capturá-lo”, escreveu. “Mas se você distribui Bíblias na calçada ou realiza um comício para defender direitos fundamentais em tempos de histeria, você será preso e multado imediatamente. Somos uma sociedade doente.”

Esta não é a primeira vez que Alexander é preso. No início de março, a polícia deteve Alexander depois que ele tentou entrar na escola depois de ser suspenso por protestar contra a política de banheiros transgêneros da escola, relata o Faithwire.

“Eu me pronunciei contra toda a crise de disforia de gênero sendo promovida nas escolas, e isso estava afetando algumas das minhas colegas do sexo feminino”, disse Alexander sobre sua discordância com os administradores da St. Joseph’s Catholic High School em Renfrew, Ontário. “Elas tinham medo de usar seus próprios banheiros, e eu me pronunciei contra isso. Foi muito controverso e não foi bem recebido pelos administradores.”

Na época, Alexander foi preso por tentar ir à aula apesar de ter sido previamente suspenso pela escola por expressar suas opiniões e organizar um protesto.

“Fui banido permanentemente ou banido pelo restante do ano”, explicou o adolescente. “Tive duas suspensões, duas exclusões e uma notificação de invasão. Quando realmente retornei à sala de aula, já tinha cumprido todas as minhas suspensões. Já tinha cumprido minha notificação de invasão, e tudo o que me restava era essa ordem discriminatória e excludente desnecessária e ilegal.”

Após tentar voltar para a sala de aula, Alexander observou que as autoridades escolares sentiram que sua “presença no prédio seria prejudicial ao bem-estar físico e mental dos alunos”, daí o motivo de sua prisão pela polícia.

“O nível de doutrinação está tão alto agora”, ele disse sobre o sistema escolar público. “Eu nem chamaria mais de sistema educacional. É um sistema de doutrinação.”

Alexander, determinado a compartilhar sua fé e defender suas convicções, enfrenta obstáculos e perseguição contínuos. Sua coragem em enfrentar a oposição e continuar a expressar sua fé publicamente desperta um debate sobre a liberdade religiosa e os limites da expressão religiosa no Canadá.

Enquanto isso, ele continua a desafiar as restrições impostas a ele, permanecendo firme em sua determinação de compartilhar a mensagem do Evangelho e lutar por seus direitos fundamentais. Sua história é um lembrete poderoso da importância da liberdade de religião e da perseverança diante da adversidade.

Que a coragem e a determinação de Josh Alexander inspirem outros a defenderem suas crenças e valores, mesmo quando enfrentam oposição e resistência. Que sua busca pela verdade e seu compromisso com sua fé sejam reconhecidos e respeitados por todos.

Deixe sua opinião