Presbítero da Assembleia de Deus é brutalmente assassinado

0
1692

Na manhã da última terça-feira, 24, foi encontrado no município de Flexeiras, em Alagoas, o corpo do sargento da Polícia Militar Célio Cícero Valdemar, que estava desaparecido desde a semana passada. A identidade foi confirmada pelo Instituto de Medicina Legal (IML) no início da noite.

Segundo os papiloscopistas Rogério Castro e Marcelo Casado, a identificação do corpo do sargento só foi possível após a coleta das digitais do cadáver. Elas foram levadas para o Instituto de Identificação e comparadas com as digitais registradas na ficha civil da carteira de identidade do sargento, que trouxe o resultado positivo.

Já o seu veículo foi achado carbonizado, na noite de terça, em uma área de mata no município de Rio Largo.

Célio Cícero, que era membro da igreja Assembleia de Deus, sumiu na quinta-feira da semana passada, após deixar a filha no bairro do Tabuleiro do Martins, em Maceió, e seguir para um supermercado atacadista.

De acordo com o comandante do Policiamento de Área 3, coronel Albuquerque, o corpo estava sem roupas e em estado de decomposição, com sinais de golpes de arma branca e de tiros, além de uma fratura no braço e a cabeça desfigurada por conta dos ferimentos. Familiares não conseguiram fazer o reconhecimento do corpo no local.

Imagens de câmeras de segurança do supermercado mostram o sargento sacando dinheiro de um caixa eletrônico, e depois saindo do local de carro. Dentro do veículo, há pelo menos mais uma pessoa.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), lamentou a morte do militar e reafirmou o compromisso de identificar os autores do crime e esclarecer a motivação.

A Igreja Assembleia de Deus, de Alagoas, lamentou a morte do militar que atua na denominação como presbítero. “A Assembleia de Deus em Alagoas, na pessoa do pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima, presta as condolências aos familiares e amigos. Que Deus conforte toda a família. “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente” (João 11.25-26)”, escreveu a denominação em seu site.

Portal Padom, ora a Deus que console os corações dos familiares e amigos e que a justiça venha encontrar os assassinos.

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui