miss bumbum evangélica

Noticias GospelRebeka Francys, que ficou conhecida como a Miss Bumbum evangélica, após se declarar evangélica durante um concurso de Miss Bumbum em 2014, neste ano desfilou pela primeira vez num carnaval.

Ela disse ao site EGO, que apesar de sua religião não permitir participar da folia, ela quer conhecer o que é o Carnaval. “Eles não têm a oportunidade de conhecer como é o carnaval. Eu frequentei ensaios na quadra, conheci muitas pessoas da comunidade, todos me acolheram. Carnaval não fazia parte da minha cultura, até por conta da minha religião, que nunca nos permitiu cair no samba. Eu estou feliz com a minha escolha. Não estou pecando, não estou fazendo nada de errado e sim sendo feliz”, revelou ela, que desfila pela primeira vez na vida.

No entanto, ao desfilar, segundo o EGO, Rebeka Francys, usou uma fantasia até mesmo comportada.

Rebeka Francys, a miss bumbum evangélica, quer ser a nova Andressa Urach

miss bumbum evangélicaHoras antes de desfilar pelas Unidos de Vila Maria, a candidata ao Miss Bumbum 2014, posou para uma seção de fotografias, usando um vestido ousado, que pertencia a sua amiga Andressa Urach, que deixou seus seios a mostra, devido a sua transparência.

“Agora, quem usa as roupas da antiga Andressa sou eu. Comprei praticamente todos os vestidos dela. A minha amiga de antes mudou para a nova Andressa que estamos conhecendo agora, mas muita gente gostava dos ‘bafos’ dela e eu decidi dar continuidade.”, disse ela.

Segundo Rebeka, Andressa teria aprovado a sua atitude.  “Quando falei pra ela, ela riu e gostou. Falou que chegou a minha fase de ‘causar’ e ser feliz da maneira que eu escolher. Eu vou mesmo fazer tudo que eu quiser, sem medo de ser feliz“.

Para sua estreia no Anhembi, Rebeka mostra uma fantasia discreta, mas deixa a promessa que virá menos vestida nos próximos anos. “Eu comecei devagar. Estou vindo de indiana, representando a cultura e o monumento ao amor. Estou no carro Taj Mahal, que é o abre-alas da escola. Estou super apaixonada por minha fantasia, mas pretendo no próximo carnaval vir o menos vestida possível.”

Não é porque uma pessoa que se diz evangélica, realmente é uma seguidora de Cristo“, diz o diácono Thiago Dearo, da Assembleia de Deus, que acrescenta dizendo “Quando uma pessoa segue a Cristo, ela não tem o prazer de fazer as coisas que desagrada a Ele. Infelizmente esta e outras que se dizem evangélica simplesmente querem chamar a atenção. Somente isso!

Portal Padom

Deixe sua opinião