Wuhan, China, que já foi o epicentro da pandemia do coronavírus, viu uma multidão lotada no ano novo no final da quinta-feira, uma cena que representava um forte contraste com outras partes do mundo que realizavam celebrações menores devido ao vírus.

Milhares foram vistos lotando a cidade, onde apenas um ano atrás o surto de COVID-19 foi relatado pela primeira vez. Segundo relatos , pessoas foram vistas entrando em clubes e comemorando soltando balões . 

No entanto, as fotos mostraram multidões ainda usando máscaras.

Até domingo, Wuhan havia relatado um total de 50.354 casos confirmados de COVID-19, de acordo com a  Comissão Municipal de Saúde de Wuhan . 

Embora a cidade tenha se recuperado em grande parte da pandemia de coronavírus, um estudo recente publicado esta semana descobriu que a contagem de casos provavelmente era maior do que o inicialmente relatado. 

Quase meio milhão de residentes da cidade chinesa podem ter sido infectados com o vírus, cerca de 10 vezes mais do que o número inicialmente registrado de casos confirmados. 

Nos Estados Unidos, dezembro foi o mês mais mortal da pandemia, com mais de 63.000 mortes até agora. Antes, abril era o mês mais letal da pandemia, com mais de 55.000 mortes.

As autoridades nos estados pediram aos americanos que evitem grandes reuniões na véspera de Ano Novo, pois o vírus continua a se espalhar. A celebração anual da cidade de Nova York na Times Square foi realizada, mas com um novo formato, incluindo aparições virtuais e multidões menores. 

As imagens em Nova York contrastam fortemente com as de Wuhan, mas a celebração ainda estava repleta de aparições de celebridades e apresentações musicais.

As fotos mostravam um Time’s Square mais tranquilo, com quem estava ao redor usando máscaras e distanciamento social.

No Brasil o réveillon também foi cancelado, comerciantes perderam milhões de reais por terem seu negócio fechado devido a Pandemia. 

Governo de vários estados, como do Estado de São Paulo, decretou que somente serviços essenciais podem ficar abertos, os demais ficaram fechados, para evitar aglomeração.

Alguns acreditam que esse vírus foi feito de propósito pelo governo da China como arma biológica que assolou o mundo e coincidência ou não somente a China cresceu financeiramente em 2020.

Deixe sua opinião