Na atração, ele vai revelar a Ratinho tudo o que aconteceu. O apresentador e a produção do programa vão desvendar a história de um crime que abalou o país e o destino do homem que sobreviveu ao ódio da população. Não perca!

Guilherme de Pádua é aguardado hoje nos estúdios do SBT em São Paulo para ser entrevistado ao vivo por Ratinho. “Se você acha que vou te tratar como anjo é melhor nem aparecer. Vai ser conversa de homem para homem”, esbravejou o apresentador.

Na atração, ele vai revelar a Ratinho tudo o que aconteceu. O apresentador e a produção do programa vão desvendar a história de um crime que abalou o país e o destino do homem que sobreviveu ao ódio da população. Não perca!

Para amenizar as críticas da autora Glória Perez via Twitter, o SBT exibiu uma reportagem nesta quarta-feira relembrando uma campanha do governo federal que pede que as pessoas deem emprego a ex-detentos. Na chamada para a entrevista de Magdalena Bonfiglioli, a emissora chamou o assassino e Daniella Perez de “o homem que sobreviveu ao ódio da população”.

Após Glória Perez (mãe de Daniela Perez) ameaçar entrar com processo contra Ratinho, foi a vez do apresentador comentar o assunto ao vivo durante seu horário no SBT.

Com palavras ensaiadas, Ratinho praticamente repetiu o que já havia sido declarado pela produtora-executiva da atração, Vanessa Guzzo. “É uma entrevista como qualquer outra”, resumiu, comentando ainda que não existe nenhum interesse em enaltecer criminosos e que a própria Globo, empresa onde Perez trabalha, já entrevistou pessoas condenadas por assassinato, como o casal Nardoni e Suzana Von Richthofen.

A resposta da global veio rápido na internet. “Arthur Lavigne e Paulo Cesar Carneiro (famosos juristas do Rio de Janeiro) já estão a postos para interpelar judicialmente se necessário for!”, exclamou Glória, que completou afirmando que não há mais nada a ser dito sobre o caso do assassinado de sua filha. “Divulgar versões fantasiosas de assassinos julgados é crime. Passível de processos criminais e civeis”, finalizou.

Fonte: Extra Online / O Repórter / O Verbo / Padom

Deixe sua opinião