Policia Federal encontra “despacho de macumba” na casa de Fernando Collor

302
Em discurso na tribuna do Senado, senador Fernando Collor (PTB-AL).Moreira Mariz/Agência Senado

Noticias gospel – Nas operações da Polícia Federal realizadas em julho (15) na casa do então senador da república Fernando Collor PTB-AL, conhecida como Casa da Dinda, a PF encontrou um “despacho de macumba” contra o procurador geral da Republica Rodrigo Janot e contra Fabio George, que é considerado o escudo de Janot no Conselho Nacional do Ministério Publico.

Em discurso na tribuna do Senado, senador Fernando Collor (PTB-AL). Moreira Mariz/Agência Senado
Em discurso na tribuna do Senado, senador Fernando Collor (PTB-AL).
Moreira Mariz/Agência Senado

Segundo o colunista do jornal O Globo, “havia em cima de uma mesa uma foto com os rostos de Rodrigo Janot e Fabio George assinalados em um círculo feito a caneta. Acima da foto, numa folha de papel com o timbre do Senado, os nomes de vários orixás: Iemanjá, Elegbara, Oxalá, Ogum, entre outros”, relata o jornalista.

A ex-mulher de Collor, Roseane Malta relatou em seu livro com detalhes o envolvimento do ex-presidente com magia negra. Segundo Roseane, Collor sempre participava de rituais de magia negra onde eram sacrificados diversos tipos de animais, como galinhas, macacos, búfalos e bodes. Os rituais eram oferecidos as entidades com o intuito de que elas ajudassem Collor a ganhar as eleições, segundo Roseane.

Fernando Collor já ofendeu publicamente o procurador Rodrigo Janot, pelas investigações em que o procurador apontou Collor como receptor de dinheiro vindo de corrupção da Petrobrás.

Fernando Collor juntamente com Eduardo Cunha foi um dos que tentaram barrar a recondução de Rodrigo Janot ao cargo de procurador geral da republica, porem não obteve sucesso.

As investigações ainda correm no Supremo Tribunal Federal e não tem data para se ter um desfecho final, porém para muitos jurídicos, eles apontam que dificilmente Collor escapara das condenações.

 

André Santos

Portal Padom

Deixe sua opinião