A Igreja Universal do Reino de Deus, denominação dirigida pelo bispo Edir Macedo foi condenada pela Justiça do Rio Grande do Sul a pagar uma indenização de R$ 300 mil a um fiel que abandonou o tratamento contra a Aids.

igreja-universal-do-reino-de-deusDe acordo com o portal Uol, o fiel teria sido convencido pelos pastores a abandonar o tratamento pela fé, a decisão foi da 9 Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, ainda cabe recurso. Segundo a justiça, foi avaliado a importância da influencia da igreja na decisão do fiel.

O fiel atesta a doença desde 2005 e abandonou o tratamento, deixou de tomar os medicamentos e meses depois, perdeu a imunidade e foi acometido por uma broncopneumonia segundo laudos médicos. Ele que não teve sua identidade revelada, ficou hospitalizado por 77 dias e perdeu metade de sua massa corpórea.

De acordo com os autos do processo o homem foi instruído a usar a fé e levar uma vida normal, até mesmo no aspecto de relações sexuais, o resultado drástico foi que sua esposa também acabou contraindo a doença. Embora não haja provas concretas contra a igreja, o desembargador Eugênio Facchini Neto condenou a denominação de acordo com laudos psicológicos juntados no processo.

A indenização de R$ 300 mil foi fixada levando em consideração os graves danos causados ao doente e sua esposa.

Infelizmente fatos desse tipo acontecem, e será que devemos abusar da fé, ou devemos nos precaver diante das circunstancias, deixe sua opinião!

Andre Santos

Portal Padom

Deixe sua opinião

Leia também!  Dolabella diz que "Diretores da Record o levou a um culto na Universal"