Israel – O líder do Hamas Yahya Sinwar ameaçou na segunda-feira transformar cidades israelenses em “cidades fantasmas” e atacar o Estado judeu com foguetes por seis meses, se atacado.

Sinwar estava falando a um grupo de jovens na faixa de Gaza quando disse que Israel deveria se preparar para algo grande“.

Não vamos esperar muito“, acrescentou.

Sinwar afirmou que os palestinos “têm uma força militar na Faixa de [Gaza] que o inimigo está fazendo um grande negócio. Temos centenas de quilômetros de túneis, centenas de salas de controle acima e abaixo do solo, milhares de mísseis anti-tanque e milhares de projéteis de morteiro. “

Podemos transformar as cidades inimigas em cidades fantasmas se eles decidirem nos atacar“, disse o líder terrorista.

Sinwar instou os jovens palestinos a ouvi-lo a combater o Estado judeu.

O mundo inteiro deve saber que em Gaza existem cerca de 70.000 jovens armados de todas as facções palestinas, e temos jovens que acreditam na causa palestina e [alcançarão] o objetivo do povo“, disse ele.

Sinwar falou da crise humanitária em Gaza e ameaçou “atacar Tel Aviv por seis meses inteiros” se a crise não for resolvida em breve.

O líder do Hamas ameaçou os líderes de Israel e elogiou o Irã por apoiar seus esforços terroristas.

[O Irã] tem um lugar de honra diante de Allá na construção e fortalecimento de nosso poder“, disse Sinwar. “Se não fosse pelo apoio financeiro do Irã, armas e transferência de conhecimento para a resistência em Gaza e na Palestina, não teríamos chegado aonde estamos”.

Israel retaliou contra alvos do Hamas em Gaza depois que terroristas lançaram 10 foguetes contra Israel na sexta-feira.

O primeiro-ministro Netanyahu disse no domingo que Israel está em um “período de segurança muito sensível e volátil”.

“Não pretendo entrar em detalhes aqui sobre nossos planos. Continuaremos a agir em todas as frentes pela segurança do Estado de Israel, aberta e dissimuladamente, em terra, mar e ar“, afirmou.

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia