Ex-esposa de Bolsonaro diz que teve carro e casa vandalizados

400

A ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (PL) e vice-candidata distrital, Cristina Bolsonaro (PP-DF), informou que o vidro de seu carro foi quebrado na noite desta quinta-feira (29). Sua casa também é alvo de pichações. A polícia civil informou ao Correio que ainda não tem o processo. A Polícia Militar também foi acionada, mas ainda não retornou. Através das redes sociais, Cristina mostrou em vídeo como o carro foi filmado. “Olha aqui o que fizeram comigo. Meu carro… Querem me pegar”, disse ela, sem dar mais detalhes sobre o que aconteceu.

Também nas redes sociais, seu filho com o presidente, Jair Renan, mostrou a fachada da casa onde moram no Lago Sul com grafite. “Morte a Bolsonaro”, diz o grafite. Jair Renan disse: “Morte ao Bolsonaro”, diz a pichação. “Pixaram (sic) a porta da minha casa em represália não só a minha mãe, que é candidata a deputada distrital. Automaticamente se percebe o ódio entregue gratuito à família Bolsonaro”.

A mansão foi alvo de uma investigação após dados do Conselho de Controle de Atividade Financeira (Coaf) mostrarem que o valor da casa não correspondia à renda de Cristina quando ela adquiriu os bens. No ano passado, Cristina chegou a negar ao UOL ter um imóvel que a Justiça Eleitoral alegava ser dela.

Cristina está concorrendo a uma vaga na Câmara Legislativa do DF usando o sobrenome de Bolsonaro, que está separado desde 2007. Depois que Cristina foi alvo da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Jair Renan defendeu sua mãe. “Minha mãe Cristina Bolsonaro teve uma história de vida com o atual presidente Jair Messias Bolsonaro. Eles foram casados por 16 anos e sou fruto desta relação; em que houve parceria e muito amor”, declarou.

Deixe sua opinião