A Comemoração da Semana do Desarmamento tem unido representantes de diversas entidades religiosas, como os evangélicos, católicos, budistas, judaico, candomblé e hare hrishna com um objetivo em comum, sensibilizar a população da capital paulistana sobre os perigos das armas de fogo e incentivá-las a entrega voluntária.

Essa ação acontecerá até o dia 30 de outubro, tendo num total de 19 postos provisórios  que receberão as armas e munições,que estão localizados em diversos templos religiosos da grande São Paulo.

A Guarda Civil Metropolitana, juntamente com a Polícia Militar, Polícia Civil e a Polícia Federal, também estão disponibilizando 137 postos fixos espalhados por toda cidade para receber o armamento

A ONU em um estudo no início deste mês reconheceu a importância das ações de controles de armas e as campanhas de desarmamento que São Paulo tem realizado, além de dizer que a capital paulistana é um exemplo de sucesso por ter conseguido prevenir homicídios na última década.

Fonte: Portal Padom

Deixe sua opinião

Leia também!  Detran apela a Deus para conter acidentes de trânsito