Deputado Marco Feliciano vai à Bolívia pedir perdão de corintianos

1
80

feliciano no coritniasO deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos que vem enfrentando protestos pela sua eleição ao cargo,  irá viajar à Bolívia para pedir que a família de Kevin Espada retire a queixa criminal que mantém presos no país 12 torcedores do Corinthians. 
O deputado se reuniu com o embaixador da BolíviaJerjes Justiniano, nesta quinta-feira (21), e o diplomata afirmou que irá ajudar no encontro de Marco Feliciano com a família Espada.

Na conversa com os familiares de Espada, uma equipe da Comissão de Direitos Humanos irá fazer o pedido para que os torcedores presos no país sejam perdoados, com a queixa crime feita pela família sendo retirada. Como argumentos, Feliciano irá alegar que o verdadeiro culpado pelo disparo do sinalizador que matou Kevin já se entregou à polícia no Brasil e especialistas comprovaram que foi ele mesmo quem efetuou o disparo.

Marco Feliciano e sua equipe também irão até o presídio onde estão os torcedores brasileiros para avaliar as condições em que eles se encontram nas celas.

Corinthians já havia tentado, sem sucesso, o perdão da família de Kevin Espada. Há a possibilidade que um representante do time acompanhe  Marco Feliciano na viagem àBolívia.

Questionado sobre o porquê da defesa dos corintianos presos, a assessoria de Marco Feliciano afirmou que a defesa de brasileiros presos no exterior sempre foi uma bandeira do deputado, mesmo antes da sua eleição para presidir a comissão de Direitos Humanos.

Torcedor do San JoséKevin Espada morreu após ser atingido no olho por um sinalizador atirado por um torcedor corintiano em 20 de fevereiro, em partida válida pela 1ª fase da Copa Libertadores, na cidade de Oruro. Após o jogo, 12 torcedores de uma facção organizada da torcida foram presos, suspeitos do disparo do artefato. Junto com um deles, um sinalizador idêntico ao que atingiu Kevin foi encontrado.

RedeTV! / Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui