O chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, disse na segunda-feira que, embora vários países tenham feito progressos em sua luta contra o coronavírus, a pandemia “está realmente se acelerando”, diz a Reuters.

Todos queremos que isso termine. Todos queremos continuar com nossas vidas. Mas a dura realidade é que isso não esta nem perto de terminar. Embora muitos países tenham progredido globalmente, a pandemia está realmente se acelerando“, alertou Tedros durante uma teleconferência.

A maioria das pessoas ainda está vulnerável, o vírus ainda tem muito espaço para se movimentar ” , disse o chefe da OMS.

Por sua parte, o chefe do programa de emergência da OMS, Mike Ryan, disse que “houve um tremendo progresso” na busca de uma vacina segura e eficaz para prevenir a infecção, mas ainda não há garantias de que esses esforços tenham sido bem-sucedidos. Anteriormente, a OMS  estimava  que a vacina covid-19 desenvolvida pela empresa farmacêutica AstraZeneca é a mais avançada até o momento.

Desde o início da pandemia, mais de 10.335,884 casos positivos de coronavírus e mais de 506.115 mortes por covid-19 foram registrados em todo o mundo , segundo dados da Universidade Johns Hopkins. Enquanto isso, mais de 5,609,281 pacientes se recuperaram da doença.

O país mais afetado em número de infecções (mais de 2.656,762 casos) e número de mortes (mais de 128,592) continua sendo os Estados Unidos. O segundo país com mais casos positivos é o Brasil (mais de 1.352,708 casos e 57.774 mortes), seguida pela Rússia, com mais de 641,156 infecções e mais de 9.166 mortes.

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia