JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

A pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que atua como vice-presidente da CPI da Covid, os representantes das redes sociais Twitter, Facebook e Google devem se apresentar na CPI, por causa do conteúdo das postagens feitas pelo Presidente Jair Bolsonaro.

O pedido foi aprovado na manhã da última quarta-feira (23),  segundo Randolfe seu objetivo é questionar as empresas sobre o motivo de não tirarem do ar conteúdos divulgados pelo presidente Jair Bolsonaro, considerados por eles ‘contrários às evidências científicas e às medidas sanitárias’.

Na semana passada, o senador defendeu que “por muito menos, o Twitter e o Facebook baniram o senhor Donald Trump”.

Ele disse também que uma possível exclusão da conta de Bolsonaro das plataformas não configuraria censura.

O verdadeiro objetivo da CPI da Covid é derrubar Jair Bolsonaro

Todos que tem acompanhado o andamento da CPI, percebeu que o único objetivo da mesma, não é defender e salvar vidas, mas sim a missão de derrubar o Presidente da República do Brasil Jair Bolsonaro.

Primeiramente a junta que compõem a CPI, inclui em sua maioria políticos envolvidos em corrupção, que tem usado seus poderes nesta, para desviar o foco de seus crimes e da roubalheira feita por governadores que não gerenciam de maneira correta o dinheiro enviados pelo governo Federal para socorrer o povo.

Tirar as redes sociais de Jair Bolsonaro, é a maneira eficaz que eles encontraram para silenciar a voz de um Presidente que até o momento não tem uma mancha de corrupção em sua vida.

Deixe sua opinião