O jornalista Alexandre Garcia, teve o seu contrato rescindido com a CNN Brasil no final da tarde desta sexta-feira, por dar sua opinião a favor do tratamento precoce contra o coronavírus Covid-19.

Durante o quadro “Liberdade de Opinião”, ao qual Garcia é o comentarista principal, Ele afirmou que “remédios salvaram milhares de vidas” na pandemia de covid-19, mas a jornalista Elisa Veeck ressaltou que não existe remédio com eficácia comprovada contra essa doença.

Nesta sexta, Alexandre Garcia comentava sobre as denúncias contra a Prevent Senior, onde ele comentou dizendo  que há eficácia comprovada do kit covid.

“Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento”, afirmou Garcia.

Após ouvir as opiniões de Garcia, e finalizar o quadro, a apresentadora Elisa Veeck afirmou que as opiniões dos comentaristas não são a posição da CNN e apresentou a informação que segundo a emissora é a correta.

“A CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, disse a âncora.

Embora a ideia proposta no quadro Liberdade de Opinião, Alexandre Garcia teria a liberdade de dar sua opinião, sem censura, no entanto não é bem isso o que acontece.

A emissora divulgou uma nota na mesma noite deixando bem claro que a rescisão foi tomada especificamente pelas posições do comentarista no último ano, que vão contra a ciência.

Veja o comunicado da CNN Brasil em que demitiu Alexandre Garcia

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro “Liberdade de Opinião” continuará na programação da emissora, dentro do jornal “Novo Dia”.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.

Deixe sua opinião