Uma das verdades mais fundamentais que me ancorou em Deus é a percepção de que fui escolhido. Como um novo crente em 1978, olhei em volta e me perguntei por que eu era a única pessoa judia que acreditava em Jesus em toda a minha escola, que tinha muitos judeus. Então percebi que acreditava porque Deus havia se revelado para mim de uma maneira que não havia se revelado para os outros judeus da minha escola. Eu percebi que ele tinha me escolhido.

Se apegar a essa verdade, você terá uma confiança em seu relacionamento com Deus que não pode acontecer de outra maneira.

Deus o abençoará no deserto

Depois que Deus libertou os israelitas da escravidão no Egito, levou-os à terra prometida pelo deserto. Ao longo do caminho, o povo começou a reclamar por não ter o suficiente para comer, e Deus respondeu às suas queixas atendendo sobrenaturalmente suas necessidades.

Deus providenciou codornas à noite, e maná sobrenatural apareceu no chão todas as manhãs. Isso aconteceu seis dias por semana, durante 40 anos. Deus providenciou os israelitas dessa maneira o tempo todo que peregrinaram no deserto.

Isso aconteceu milhares de anos atrás. Mas quero que você saiba que Deus fará o mesmo por você. Você pode não receber maná e codorniz, mas quando enfrentar experiências no deserto, Deus atenderá às suas necessidades. Lembre-se, Jesus disse para não se preocupar com o que você vai comer ou o que você vai beber, porque seu Pai sabe que você precisa dessas coisas; se você apenas O procurar primeiro, Ele suprirá todas as suas necessidades (Mt 6: 25-33).

O apóstolo Paulo escreveu que o Antigo Testamento, o Tanakh, “foi escrito como uma advertência para nós, sobre quem chegou o fim dos tempos” (1 Cor. 10:11). Uma das coisas que aprendemos com o Antigo Testamento é que Deus provê sobrenaturalmente ao Seu povo. Deus providenciou para os filhos de Israel quando eles estavam vagando no deserto, e Ele providenciará para você.

Deus não pode abençoá-lo até que você se arrependa

É importante entendermos que o amor do Pai por nós é incondicional. Mas às vezes as pessoas hoje são tão orientadas para a graça que não entendem o poder e a necessidade do arrependimento. Eles não parecem perceber que é a graça de Deus que nos leva ao arrependimento.

Para que possamos experimentar a presença de Deus de forma consistente, precisamos nos arrepender. Essa verdade é vista em todo o Novo Testamento. A mensagem de João Batista era “Arrependei-vos, porque o reino dos céus está próximo” (Mt 3: 2). E Jesus ensinou a mesma coisa (Mateus 4:17).

Vemos isso também nas Escrituras Hebraicas. Jeremias disse que se o povo de Israel realmente consertar seus caminhos (se arrepender), e se eles praticassem a justiça; não oprimir o estrangeiro, o órfão ou a viúva; e não derramar sangue inocente ou seguir deuses falsos, então Deus os deixaria habitar na terra que Ele deu a seus pais para todo o sempre. O ponto é que o arrependimento era necessário para que as pessoas recebessem a plenitude da bênção de Deus.

Por favor, ouça-me hoje: Deus nos ama tanto, mas precisamos colocá-lo em primeiro lugar em nossas vidas e buscar Jesus. Quando fazemos isso, o Espírito do Senhor se aproxima cada vez mais de nós, e vamos experimentar Sua glória e Seu prazer cada vez mais. Veja bem, somos parceiros de Deus. Deus faz sua parte, mas temos que fazer nossa parte. O arrependimento precede a bênção de Deus. “Aproxime-se de Deus, e ele se aproximará de você” (Tiago 4: 8).

Deus o abençoará quando sofrer por causa da justiça

Haverá momentos em que você será rejeitado por causa de sua fé em Jesus. A perseguição virá. Mas quero que você entenda que não há nada a temer quando essas coisas acontecem. Quando você sofre por causa de seu amor a Deus e sua fidelidade à Sua Palavra, experimentará uma proximidade e uma profunda comunhão com Deus que não podem ser experimentadas quando a vida é fácil. Pedro nos disse que, mesmo que soframos, se estamos fazendo isso por causa da justiça, somos abençoados. Jesus disse: “Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça” (Mt 5:10).

É por isso que Paulo disse que preferia se gabar de sua fraqueza. Ele disse: “[Deus] me disse: ‘Minha graça é suficiente para você, porque minha força é aperfeiçoada na fraqueza.’ Por isso, com muito prazer, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse sobre mim.Por isso, sinto prazer nas fraquezas, nas repreensões, nas provações, nas perseguições e nas angústias por causa de Cristo sou forte”(2 Cor. 12: 9-10).

Não tenha medo do mundo. Não se deixe intimidar pelos agnósticos, ateus e por aqueles que chamam os cristãos de odiadores tacanhos, porque proclamamos que Jesus é o único caminho. Não recues. Você será rejeitado. Você será perseguido.

Você foi escolhido por Deus não apenas para reinar com Jesus, mas também para sofrer com ele. Mas não tenha medo. Seja um soldado. Esteja disposto a sofrer alguns golpes por causa de seu amor por Jesus e sua defesa do evangelho. Você será recompensado por isso. Seja forte e corajoso no seu amor a Deus.

por: rabino Kirt A. Schneider
traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. de Lima

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia