Quem disse que a vida não é fácil estava errado, totalmente errado. A vida às vezes é extremamente difícil, dolorosa e impossível de suportar.

E, por engano, procuramos nesta época do ano mudar isso. O Natal deveria ser a época mais maravilhosa do ano. Se é assim, por que a taxa de suicídio é mais alta nesta temporada?

Talvez a razão seja porque enquanto a maioria está cantando, comprando e decorando, outras estão em um lugar diferente. Eles estão afundando em mágoa. As festividades da estação intensificam sua dor, enquanto acreditam que são os únicos que sofrem, solitários ou perdidos.

E esses sentimentos, como uma parede de tijolos, se acumulam, criando uma barreira impossível de superar.

Você já esteve lá?

Nós todos temos. Quando adversidades de qualquer tipo aparecem, nosso foco vai para as circunstâncias, os desafios e os obstáculos.

E quando isso acontece, jogamos nossa capa, deixe-me-resolver-esta. Então, com determinação falha, cobramos para consertar o que está no caminho. Mas, em vez de obter sucesso, geralmente caímos na derrota.

A razão é porque esse não é o caminho de Deus. Seu caminho pode ser permitir que as coisas desmoronem de tal maneira que não tenhamos outra opção a não ser confiar nEle. Para pedir ajuda a Ele. E buscar Suas respostas.

Era impossível – ou era?

É por isso que Deus escolheu uma situação impossível para nos dizer, não, mudar isso, para nos mostrar que com Ele, impossibilidades não são barreiras. Por exemplo, uma mulher mais velha, estéril por muitos anos, agora está grávida? Impossível. E uma garota pura e virgem, grávida? Impossível.

Então Maria disse ao anjo: “Como pode ser isso, já que eu não conheço um homem?”

O anjo respondeu-lhe: “O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo o cobrirá. Portanto, o Santo que nascerá será chamado Filho de Deus. Escute, sua prima Isabel também concebeu um filho na sua velhice. E este é o sexto mês com quem foi declarada estéril. Pois para Deus nada será impossível “(Lucas 1: 34-37).

Que “nada é impossível” inclui sua própria situação, sua luta e sua dor. E, como Maria, você vê esse cenário como impossível. Maria não conseguia ver a lógica. Nós também não. Maria viu a circunstância em seu lugar. Também vemos o nosso. Maria questionou como poderia ser. E nós também.

Mas então o Natal aconteceu. O próprio Deus veio à terra em carne para que não tivéssemos dúvida de que Ele está aqui por nossas impossibilidades. Ele está aqui para aqueles momentos de angústia em que a vida é demais. Ele está aqui, vivo para nos proteger de nossa ansiedade destrutiva.

Mas, para permitir que Ele trabalhe isso em nossas circunstâncias, devemos evitar essas três armadilhas:

Gritando: “Pobre de mim.” Temos o rei dos reis, o Criador do universo, para nos elevar à montanha da vitória. Como Ele vai administrar isso? Não precisamos saber como; precisamos apenas declarar que Ele o fará.

Olhando para a circunstância. Em vez disso, concentre-se na certeza de Sua promessa. Sua Palavra diz que com Ele tudo mudará e milagres acontecerão.

Desistir. A perseverança é o segredo para alcançar a linha de chegada, ganhar o prêmio e receber a medalha de triunfo.

Vamos orar

Pai, confesso minha incapacidade de acreditar nos milagres que você promete. Obrigado por sua paciência comigo enquanto espero ver minha situação impossível se transformar em um imenso milagre. Em nome de Jesus.

Que impossibilidade Deus tornará possível para você hoje? 

por: Janet Perez Eckles

traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D.F. de Lima

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia