Pastor Raphael Warnock
Pastor Raphael Warnock, é um pastor deputado esquerdista que também disse que o aborto é compatível com o cristianismo.

No domingo de Páscoa, o senador americano Raphael Warnock, Pastor de uma importante igreja de Atlanta, enviou o que alguns rapidamente condenaram como uma mensagem herética.

O pastor sênior da New Ebenezer Baptist Church tweetou (e depois excluiu) que o “significado da Páscoa” ultrapassa em muito a ressurreição de Jesus Cristo, a pedra angular da fé cristã.

No centro do Cristianismo está a morte, sepultamento e ressurreição de Jesus. Em Sua morte, o Filho de Deus se tornou a expiação substitutiva para a humanidade, suportando o peso de nossos pecados – o julgamento de Deus – por nós. Três dias depois, em Sua ressurreição, Jesus venceu o pecado e a morte, garantindo àqueles que aceitam a salvação acesso irrestrito a Deus.

Warnock, cujo nome no Twitter leva o título de “reverendo”, passou a compartilhar uma mensagem diretamente contraditória ao Evangelho, as boas novas de Jesus.

Quer você seja cristão ou não”, escreveu o senador de esquerda, “por meio do compromisso de ajudar os outros, podemos salvar a nós mesmos”.

O tweet do legislador foi imediatamente inundado com respostas de cristãos chamando a natureza herética de sua postagem, que vai de encontro à mensagem repetida e retumbante do Evangelho, que é que – não importa o quanto tentemos ou o quão diligentemente trabalhemos – a salvação está para sempre fora do nosso alcance, fora da pessoa e do sacrifício de Jesus. Se os seres humanos pudessem conquistar um relacionamento correto com Deus, o sacrifício de Jesus na cruz teria sido em vão.

Você sabe que isso é uma heresia literal, certo?” perguntou Conrad Close.

Allie Stuckey, autora e apresentadora do podcast “Relatable”, acrescentou: “Não há nada mais transcendente do que a ressurreição do Deus-homem, Jesus. Literalmente: Sua ressurreição transcende nossas concepções finitas de ciência [e] racionalidade, de que o Verbo se fez carne, habitou entre nós e foi morto por nossos pecados apenas para vencer a morte [três] dias depois?”

Que tipo de reverendo diria algo assim?” respondeu o veterano do exército Samuel Williams. “Jesus Cristo morreu e depois ressuscitou para tirar os pecados do mundo. Você está envenenando as mentes dos cristãos para fins políticos.”

Jason Romano do Sports Spectrum escreveu: “Com todo o respeito, isso é literalmente o oposto do que o Evangelho diz. Efésios 2 afirma isso claramente. Só fé, só Cristo.”

Ame a Deus, ame os outros”, Romano continuou. “Devemos sempre ajudar os outros. Mas cara, não é assim que somos salvos. Romanos, Efésios, os Evangelhos, todos deixam claro que não podemos salvar a nós mesmos. Se pudéssemos, então Jesus [morreu] na cruz por nada”.

Andrew Walker, um professor de ética e teologia pública do The Southern Baptist Theological Seminary, disse que o tweet de Warnock é um exemplo de “liberalismo teológico básico” que está “completamente em desacordo com o testemunho direto e a essência do Novo Testamento“, acrescentando: “Há não há salvação no [tweet do senador] em absoluto.”

O pastor Darrell B. Harrison, que mora na Califórnia, argumentou: “Isso é o que a heresia da teologia da libertação faz – reduz o significado da ressurreição de Jesus Cristo, o Filho de Deus, ao moralismo autossalvífico e, portanto, nos tornando Deus.”

Warnock foi defendido pelo apresentador progressista da MSNBC Joy Reid, que discordou de uma advogada pró-Trump que se referia ao senador como um “herege”.

Esta senhora está literalmente chamando o pastor da Igreja Batista de Ebenezer – a igreja do Rev. Dr. Martin Luther King Jr. – de herege”, escreveu Reid. “Isso realmente aconteceu hoje. Madame, vou aceitar a opinião [de Warnock], como pastor e estudioso da Palavra, sobre a sua, se não se importa”.

É importante notar, é claro, que o apóstolo Paulo abordou exatamente esse assunto em sua carta aos cristãos em Éfeso (Efésios 2:4-10):

Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),
E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;
Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.
Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie;
Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.”
Efésios 2:4-10

Depois de enfrentar um ataque de críticas na tarde de domingo, o reverendo que se tornou senador decidiu deletar seu tweet polêmico.

Anteriormente, o mesmo pastor, disse que o aborto é compatível com o cristianismo, veja clicando aqui.

Deixe sua opinião