Noticias Gospel O pastor americano Saeed Abedini, que está preso no Irã, enviou uma carta ao presidente Barack Obama, agradecendo por ter visitado a sua Naghmeh e seus dois filhos pequenos na semana passada.

O Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ, por sua sigla em Inglês), que tem trabalhado durante anos para a liberação de Abedini, disse que o pastor entregou a carta ao presidente, a um membro de sua família que o visitou na cadeia.

“Pessoalmente me senti encorajado quando você esteve em minha cidade natal de Boise, em Idaho, e que tomou um tempo para visitar a minha esposa e filhos“, escreveu Abedini. “Eles tem levado um fardo muito pesado em minha ausência. E sua presença os ajudou a aliviar pouco desse fardo”.

“Obrigado novamente por defender a minha família e a mim e a milhares de cristãos em todo o mundo que é perseguido por sua fé em Jesus Cristo“, continuou ele. “Presidente Obama, você tem as minhas orações de dentro destas paredes. Eu oro para que Deus lhe guie, dê sabedoria, bênção para você, assim como para sua liderança nesta grande nação.”

El Saeed pastor é um cidadão americano que esta preso há mais de dois anos atrás por sua fé e foi torturado. Em várias ocasiões, ele foi negado tratamento médico.

Enquanto o presidente Obama esteve em Idaho, prometeu a família de Abedini que faria da sua liberdade uma “prioridade”, dizendo-lhes que “tentará” leva-lo para casa a tempo para o aniversário do filho mais novo Saeed, Jacob, que é em março.

O diretor executivo da ACLJ, Jay Sekulow também agradeceu ao presidente.

“Vamos continuar a trabalhando com a administração de Obama, o Departamento de Estado, as Nações Unidas e os lideres mundiais em direção a liberdade Pastor Saeed”, disse ele.

Portal Padom

Deixe sua opinião