pastor-presoA polícia de Roma prendeu neste fim de semana um pastor de uma Igreja Apostólica e seus dois cúmplices por sequestrar uma mulher nigeriana e de te-la mantido presa durante dez dias,  tempo em que foi vítima de estupros em grupo, informa o jornal italiano ‘Roma Today. A mulher foi internada em um hospital.

Relata-se que o pastor havia sido preso anteriormente pela suspeita de estar envolvido na organização de emigração ilegal. A Polícia continua investigando se outras mulheres foram abusadas pelo pastor. – rt

Deixe sua opinião