Bill Gates, fundador e milionário da Microsoft, publicou recentemente suas recomendações para a lista de leitura de verão de 2018, que inclui um livro de memórias de uma ex-evangelista da prosperidade.

As listas de leitura anteriores de Gates incluíram vários livros baseados na fé, mas neste ano Gates recomentou o livro, Everything happens for a reason and orthers lies I’ve loved “Tudo Acontece por uma razão e outras mentiras que eu amei” de  Kate Bowler.

“Quando Bowler, uma professora da Duke Divinity School é diagnosticada com câncer de colón em estágio avançado e incurável, ela se propõe a entender por que isso aconteceu. Se pergunta se é um teste de caráter?”, escreve Gates. “O resultado são memórias de partir o coração, surpreendentemente engraçadas, sobre fé e sobre como encarar a própria mortalidade”.

“Bowler tinha 35 anos, era casada com seu namorado do ensino médio e criava seu filho quando foi diagnosticada com câncer de cólon em estágio IV”, ele escreve.

“Quando ela ficou doente, ela não queria saber o que estava fazendo com que as células de seu corpo se mutassem e se multiplicassem fora de controle.” Ela tinha perguntas mais profundas: “Por que eu? Isso é um teste do meu caráter?” explicou.

Seu título poderia ser um presente, mas em seu livro, Bowler explica como ela acreditava que antes de adoecer havia certos aspectos do chamado “evangelho da prosperidade”. Ela acreditava que “Deus faria as coisas”, independentemente do que acontecesse ao seu redor.

Mas depois de adoecer, ela abandonou sua crença no evangelho da prosperidade, particularmente a ideia de que Deus recompensa aqueles que são fiéis com riqueza e saúde.

“Dado o tema, não fiquei surpreso ao descobrir que o livro de Bowler é comovente às vezes, mas também não esperava que fosse divertido, às vezes ambos estão na mesma passagem”, escreveu Gates em sua resenha.

“As questões centrais deste livro realmente ressoaram em mim”, continua ele. “Por um lado, é cético pensar que cada resultado é apenas aleatório, tenho que acreditar que o mundo é melhor quando agimos moralmente e que as pessoas que fazem coisas boas merecem uma tarifa melhor do que as que não o fazem.”

Bill Gates e Deus

Gates tocou a fé no passado, observando que “faz sentido acreditar em Deus”, mas que ele nunca falou sobre o que isso significava para ele pessoalmente. Ele também falou antes sobre os membros de sua extensa família que acreditam que aqueles que ficam doentes são punidos por Deus.

“Todos os meus quatro avós eram membros profundamente devotados de uma seita cristã que acreditavam que, se você adoecesse, deveria ser porque você fez alguma coisa para merecê-lo.” Quando um dos meus avós ficou seriamente doente, ele se esforçou para descobrir o que poderia ter feito de errado. Nada aconteceu, então ele culpou sua esposa, ele morreu pensando que ela havia causado sua doença cometendo um pecado desconhecido “, escreveu Gates.

O fundador da Microsoft elogiou Bowler por não dar “respostas patéticas ou soluções mágicas” sobre religião, e disse que gostou da forma como continuou a escrever sobre “fé, moralidade e mortalidade”.

Kate Bowler

Em fevereiro, Bowler foi entrevistada por Brian Lamb no “Q & A” da C-SPAN, onde ela falou sobre suas crenças abandonadas no evangelho da prosperidade e sua crença na cura.

“Eu tenho muitas pessoas orando por mim de uma maneira similar e como cristã, eu acredito que o cristianismo tem uma longa tradição de cura divina, então eu certamente não acredito que Deus não possa curar as pessoas”, disse ela.

 

Deixe sua opinião