Com a finalidade de incluir nos Anais da Casa Joaquim Nabuco a reportagem veiculada pela Folha de Pernambuco, intitulada A Força dos Evangélicos, de autoria da jornalista Sílvia Leitão, o deputado Manoel Ferreira (PR) utilizou o Pequeno Expediente de ontem. “O texto demonstra como o segmento ganha força, não só em Pernambuco, mas no Brasil”, pontuou. A partir do processo histórico que culminou com a divisão da Igreja Católica, no século XVI, a chamada Reforma Protestante, a jornalista demarca o surgimento de dezenas de denominações cristãs evangélicas. Em Pernambuco, segundo o censo do IBGE (2000), dos 7.918.344 habitantes do Estado, pouco mais de 13% (1.033.324) professam essa fé.
Ferreira ponderou que o próximo Censo, em 2010, deverá trazer o aumento do índice de fiéis. Para isso, citou, mais uma vez, a Folha de Pernambuco. Há dez anos, por exemplo, a Igreja Internacional da Graça chegou ao Estado e implementou cerca de 120 templos. A Igreja do Evangelho Quadrangular é outra denominação bem sucedida. Existe no Brasil, desde 1951, e estima ter, em Pernambuco, aproximadamente cem templos.

Fisepe/Padom

Deixe sua opinião