Miss Visibilidade Lésbica reúne candidatas no Chile
Evento chamou a atenção de homem evangélico que passava pelo centro de Santiago Cerca de 21 candidatas participaram no último fim de semana do concurso “Miss Visibilidade Lésbica Chile”, evento organizado pelo Movimento de Integração e Liberação Homossexual (Movilh) na capital do país, Santiago.
As mulheres permaneceram em frente ao Palácio de La Moneda, sede da Presidência, vestidas de branco e carregando bandeiras do arco-íris, o que chamou a atenção de quem passava pelo local. As candidatas, com idades que variavam entre 17 e 31 anos, protestavam contra a homofobia, com dizeres como “cada vez somos mais, movimento homossexual”. Alguns casais também se beijavam.
“Estamos mais que surpresos com a grande quantidade de candidatas. Sinceramente não esperávamos. Elas são muito corajosas e estão demonstrando que existem através da visibilidade”, disse um dos organizadores do concurso.
O evento seguiu sem maiores problemas, mas um homem evangélico chegou a reprimir o grupo com gritos. “Arrependam-se pecadores, ainda é tempo. Isso é imoral, mudem ou Deus não as salvará”, gritava o homem.
O concurso Miss Visibilidade Lésbica segue até o próximo dia 10 de novembro.

Dykerama / Padom

Deixe sua opinião