Franklin Graham adverte Igreja: Cristianismo progressivo ‘pode enviar uma pessoa para o inferno’

“O cristianismo progressivo nega a verdade divinamente inspirada e autorizada da Bíblia, pois ela cruza todas as facetas da vida”, diz Franklin Graham

0
62
“O perigo real e final é que o cristianismo progressivo pode enviar uma pessoa para o inferno”, escreve ele. “Eu sei que isso soa duro, mas é verdade.”
“O perigo real e final é que o cristianismo progressivo pode enviar uma pessoa para o inferno”, escreve ele. “Eu sei que isso soa duro, mas é verdade.”

O evangelista Franklin Graham está exortando a igreja a rejeitar o “cristianismo progressivo” e alertando que “não é um evangelho” porque rejeita a doutrina bíblica.

“O perigo real e final é que o cristianismo progressivo pode enviar uma pessoa para o inferno”, escreve ele. “Eu sei que isso soa duro, mas é verdade.”

Graham, presidente da Samaritan’s Purse, escreveu a coluna da  Decision Magazine, dizendo que o cristianismo progressista está errado em uma série de questões, da sexualidade ao casamento e à divindade de Cristo. A coluna foi publicada sob a manchete: “O Eterno Perigo do Cristianismo Progressista”.

“O cristianismo progressivo nega a verdade divinamente inspirada e autorizada da Bíblia, pois ela cruza todas as facetas da vida”, escreve ele.

“Por exemplo, embora as Escrituras digam claramente que o casamento é entre um homem e uma mulher, os proponentes do cristianismo progressista distorcem e distorcem a verdade da Palavra de Deus sobre a sexualidade, concentrando-se em tendências sem sentido como identidade de gênero”, escreve ele. “Eles negam a distinção de sexo de Deus e, em vez disso, inventam seus próprios padrões equivocados, não guiados pela Palavra de Deus. As influências culturais degradantes que abraçam movimentos como o casamento gay têm mais influência sobre suas crenças do que a Bíblia.”

Sobre o tema da justiça, ele escreve, “o cristianismo progressivo está principalmente preocupado com as questões de justiça social e racial (que a Bíblia aborda), mas na maioria das vezes negligencia a questão muito mais fundamental da justiça de Deus – como um Deus santo e justo trata com homens pecadores e ímpios”.

“O cristianismo progressivo”, escreve ele, “não é um Evangelho de forma alguma”.

“Não tem nada a ver com o Evangelho da morte, sepultamento e ressurreição de Cristo”, escreveu Graham. “Isso resulta em nada além de confusão espiritual e caos.”

O cristianismo progressivo “frequentemente não consegue ver as consequências desastrosas do estado depravado e pecaminoso da humanidade”, diz ele.

“O ensino bíblico sobre o precioso sangue de Cristo, a obra sacrificial, substitutiva e expiatória da morte de Cristo na cruz, é muitas vezes negligenciado ou distorcido”, escreve Graham. “Certamente não há nada muito avançado no cristianismo progressista. Na verdade, ele regride ao pensamento e vida antibíblicas, e colocará a própria alma de uma pessoa em perigo eterno.”

Graham cita Gálatas 1:6-9 , onde Paulo escreve, em parte: “Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.

Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!”.

Graham diz ainda que os pastores devem pregar todo o evangelho “se quiserem que seus congregados sejam convencidos de seus pecados e confiem exclusivamente no sangue de Cristo para o perdão”.

“Os evangélicos precisam guardar a verdade da pregação e da vida bíblica genuínas, permanecendo verdadeiros e ousados sobre exatamente o que a Bíblia ensina claramente”, escreve ele. “Não há outra maneira de ser salvo e protegido por toda a eternidade.”

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui