Se você é como eu, seus pensamentos já estão se voltando para o ano que vem. Alguns de vocês podem ter olhado para o ano de 2020 desejando que já tivesse acabado. Outros podem achar que você foi pego de surpresa pelo que ouviu ou acreditou que 2020 seria, e quer uma reformulação.

Posso me identificar com muitos desses sentimentos porque tinha minhas próprias expectativas para o ano. No entanto, também sei que o que Deus me mostrou ainda produziu muito. Duas coisas, em particular, foram componentes-chave para o que acredito que Deus estava enfatizando para o ano de 2020. Essas duas coisas foram o chamado para construir e o chamado para que vozes se levantassem.

Esperança em tempos difíceis

Em meio a grandes desafios, vimos grandes exemplos deste último. Vozes como a Dra. Estella Immanuel e outras surgiram durante a onda de confusão pandêmica de informações associadas a como devemos reagir a ela.

Também foi um momento para empresários como Mike Lindell ocuparem o centro do palco em um momento em que algumas empresas foram chamadas a mudar de função para ajudar a manter o país em movimento enquanto outras estavam sendo fechadas . Depois, há vozes como Sean Feucht que se levantaram com outros que proclamariam que os cristãos e as igrejas não permitiriam que sua adoração fosse silenciada por aqueles que ousariam explorar e abusar de sua autoridade governamental.

Mesmo mais recentemente, em 2020 nas eleições, estamos vendo pessoas se levantando como a secretária de imprensa da Casa Branca Kayleigh McEnany, o ex-prefeito da cidade de Nova York Rudy Giuliani e os procuradores Sidney Powell e Lin Wood.

A Igreja se torna virtual

Muitos ministérios viram-se mudando em meio à resposta do vírus, lançando suas redes no espaço virtual. Percebendo que muitos ministérios não tinham anteriormente uma presença online dedicada, este ano se descobriram rapidamente aprendendo e se adaptando às plataformas de mídia social e serviços de streaming para permanecer conectado às congregações e alcançar um público mais amplo.

Também compartilhei anteriormente algumas idéias sobre o próximo ano de 2021, pois muitos celebraram Rosh Hashanah e o ano hebraico de 5781 . Embora eu ainda acredite que o ano será um tempo em que muitas vozes se verão sendo conduzidas e dirigidas por Deus, acredito que há algo maior que encontraremos ocorrendo no próximo ano de 2021 .

O ano de 2020 em 2021: Reviravolta

O que eu acredito que Deus está estabelecendo para o próximo ano de 2021 é um ano de reviravolta. Você provavelmente já ouviu vozes proféticas como Johnny Enlow e Hank Kunneman falando sobre como veremos Deus revelando grande justiça.

Nesse sentido, creio que o que veremos será semelhante a Mateus 21. Quando Jesus estava na praça, Ele revelou Sua justa indignação. Ele fez isso com a injustiça que estava sendo perpetrada contra os filhos de Deus. No entanto, não acredito que o que Deus estará revelando será significativo apenas para a Igreja. A justiça que Deus começará a liberar atingirá todas as sete esferas da cultura.

Jesus derrubou as mesas porque as pessoas haviam se aproveitado. Este é um lugar onde as pessoas devem esperar retidão, bondade, verdade e amor. Mas nada disso estava sendo experimentado. Um lugar de oração se tornou um covil para ladrões e salteadores. Essa foi uma grande acusação aos líderes religiosos daquela época.

Não dispensando o ano de 2020

A reviravolta que ocorrerá no ano novo reverberará por todas as montanhas: negócios, educação, fé, governo, mídia, artes e entretenimento e família. À medida que essa reviravolta ocorre, será conveniente que as vozes que Deus está conduzindo e direcionando se tornem seguras em seus lugares. Essas vozes que Deus está produzindo terão que ter as respostas.

E também a resposta necessária para fornecer contexto e conforto em meio à confusão. Nem toda voz que surge será apreciada ou apreciada prontamente. Porque eles não serão familiares para muitos. Isso se deve à calmaria das vozes que antes cativavam os ouvidos e o coração das massas. Qual será a chave para as novas vozes será o fruto ou a evidência do que virá. Isso é resultado do que é falado.

Aguente firme no novo ano. Independentemente de como foi sua experiência em 2020, continue olhando para frente. E não despreze o que ocorreu em 2020. O ano de 2020 foi um ano crucial para posicionar muitos para o que Deus está preparando. Ele tem planos para que Seu povo e as nações realizem grandes coisas no futuro. Continue orando e seguindo em frente para ver os melhores dias que virão.

por: BRIAN TAYLOR
traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D.F.de Lima

Deixe sua opinião