Em MEIO AO MEDO DA GUERRA, cristãos de Ucrânia e Rússia ORAM JUNTOS PELA PAZ

Enquanto os governos da Rússia e Ucrânia cogitam um possível conflito armado, a população ucraniana com medo de uma guerra, clama a Deus por misericórdia juntamente com outros cristãos russos.

0
128
Oração é a arma dos cristãos para enfrentar uma possível guerra
Oração é a arma dos cristãos para enfrentar uma possível guerra

Crescem cada vez mais as reuniões de oração diante do “estresse e do medo”. Centenas de líderes evangélicos na Rússia pedem mediação para evitar um conflito.

A possibilidade de um confronto armado está se aproximando. O Reino Unido e os Estados Unidos relataram a retirada de pessoal não essencial de suas embaixadas em Kiev, algo que não foi seguido pela União Europeia.

Washington DC mobilizou 8.500 soldados para apoiar os exercícios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) no território, e outros países aliados estão mobilizando meios militares.

O conhecido pastor, Anatoly Kaluzhny, acredita que há uma clara presença de terror na Ucrânia. Confirma que é um sentimento muito natural nos dias de hoje, mas que você tem que controlá-lo, porque Deus está no controle e nada do que pode acontecer é sem a vontade dele.

Vitaly Vlassenko, Secretário Geral da Aliança Evangélica Russa, disse que todos os sindicatos e organizações evangélicas que são membros da Aliança Evangélica Russa são pacíficos para todas as pessoas e tratam seus irmãos e irmãs de fé na Ucrânia com profundo respeito.

Para a maioria dos evangélicos ucranianos e russos, a esperança de paz e a expressão de sua fé transcendem as divergências políticas. “A fé não é um jogo de ‘talvez sim ou não’”, diz Vitaly Vlasenko, ao mesmo tempo em que conclama “todas as pessoas de boa vontade a se unirem em oração (…) Apelo a uma fé firme e inquestionável na solução pacífica deste conflito. “

“Oramos todos os dias em nossas igrejas, clamando a nosso Senhor Jesus Cristo por paz e harmonia em nosso continente europeu”, concluiu.

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui