bill-gatesO fundador da Microsoft, Bill Gates, disse na quarta-feira que os bilionários deveriam doar a maior parte de suas riquezas a causas beneficentes e que eles apreciariam a prática.

Gates doou boa parte de sua fortuna proveniente da Microsoft — a gigante de software que o transformou no homem mais rico do mundo — à entidade filantrópica Bill & Melinda Gates Foundation.

“Eu acho que todos os bilionários deveriam doar a maior parte de suas fortunas – embora não digo que não devam deixar nada a seus filhos”, afirmou Gates numa reunião na casa de ópera de Oslo.

“Acho que eles gostariam disso, os filhos deles ficariam melhores e o mundo ficaria melhor.”“Sou um grande adepto (da ideia) de que as grandes fortunas devem ir dos mais ricos aos mais pobres”, completou ele, sentado ao lado da mulher, Melinda, co-presidente da fundação.

Gates reiterou seu apelo para a erradicação da pólio, afirmando que o objetivo era bem possível de ser alcançado, o que tornaria a pólio a segunda doença transmissível de grande importância a ser inteiramente erradicada depois da varíola no fim da década de 1970.

“Temos de erradicar a pólio porque, se não o fizermos, ela vai voltar e teremos milhões de afetados”, afirmou ele.

Gates disse que o maior sucesso da sua fundação ocorreu no campo da vacinação. “A vacinação é a área onde salvamos milhões de vidas e há mais a ser feito.”

Gates afirmou que é uma grande decepção que a ciência não tenha desenvolvido uma vacina para evitar o HIV/Aids, mas disse estar otimista sobre métodos emergentes de prevenção, que poderiam ser usados pelas mulheres a fim de conter a infecção, até que a vacina seja descoberta.

Uma vez que um desses métodos se mostre eficiente, afirmou ele, a fundação trabalharia “para levá-lo à população e reduzir drasticamente o número de infectados”.

“Provavelmente levará entre 10 e 15 anos até que consigamos isso”, disse Bill Gates.

Fonte: Reuters/www.padom.com

Deixe sua opinião