“Eu vos restituirei os anos que os gafanhotos comeram” (Joel 2:25, ESV).

Você se sente muito jovem, muito velho, muito danificado ou é tarde demais para ser usado por Deus? Parece que relacionamentos, finanças ou saúde nunca podem ser recuperados?

Deus uma vez usou um anjo para me mostrar que não era tarde demais para mim. Naquela época, eu havia entrado recentemente em uma vida e ministério cheio do Espírito. Outros da minha idade estavam no ministério por 30 anos, e eu estava apenas começando.

A certa altura, quando duvidei particularmente dos planos de Deus para mim, o Senhor falou. Primeiro, Ele me repreendeu por minha descrença, e então me disse que iria me dar um sinal de que Ele estava comigo. Eu duvidei até disso! Mas o que aconteceu a seguir ainda me surpreende.

Vários dias depois, levei minha filha a uma consulta; também aconteceu de ser meu 48º aniversário. Depois, fomos almoçar em um restaurante favorito – um onde você pede sua comida e recebe um número para sua mesa.

Pouco depois de pegar nossa comida, minha filha se levantou para pegar alguns condimentos que tínhamos esquecido. Como nossa mesa tinha vista para todo o restaurante, fiquei surpreso quando um homem que eu não tinha visto antes se aproximou de nossa mesa. Ele apontou para o número do pedido em nossa mesa (que eu não tinha percebido que era 48), sorriu levemente e disse: “Você não tem 48, tem 28.” Então ele se virou e saiu.

Eu fiquei chocado. Minha mente disparou – como esse estranho sabia que era meu 48º aniversário? Minha filha correu e perguntou o que ele disse. Ao relatar suas palavras, ambos concordamos que algo profético havia acabado de acontecer.

Leia também!  Davi era realmente um homem segundo o coração de Deus?

Mais tarde naquele dia, o Senhor explicou a mensagem. Ele revelou que havia enviado uma bênção profética – que os 20 ou mais anos perdidos e aparentemente perdidos (quando eu ignorava muitas verdades espirituais e não pressionava Seus planos para mim) seriam restaurados para mim. Ele prometeu condensar e compactar a bênção do meu destino nos anos que me restavam – para que nada passasse despercebido!

Estou convencido de que o homem comum, de aparência quase desalinhada no restaurante, era um anjo. Não apenas ele não esteve presente antes, mas também os relatos de nossas testemunhas oculares não coincidem. Minha filha o viu se aproximando da mesa na direção oposta à minha, e disse que ele havia desaparecido, enquanto eu o via sair pela porta! Deus, de fato, me deu um sinal.

Se você acha que perdeu, peça ao Senhor para restaurar sua vida e destino. Cada um de nós está em um lugar diferente em nossa jornada espiritual, então o que o Senhor deseja mostrar a você será diferente de mim. Mas Deus não faz acepção de pessoas. Conforme você firma Nele com um “sim” em seu coração, Seus planos para você se desdobram!

Deus não faz acepção de pessoas. O que Ele fez por mim, Ele fará por você. Descubra como se posicionar para receber a bênção da restauração! 

por: Diane Lake

traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. de Lima

Deixe sua opinião