capacitado-para-viverAs Escrituras fornecem inúmeros exemplos de como a presença de Deus capacita Seus filhos para viver para Ele. Um dos mais poderosos desses exemplos encontra-se na vida de Moses.

Moisés estava convencido de que sem a presença de Deus em sua vida, era inútil para ele tentar qualquer coisa. Quando ele falou face a face com o Senhor, ele disse: “Se a tua presença não vai comigo, não nos faça subir daqui” (Êxodo 33:15). Ele estava dizendo: “Senhor, se Sua presença não é comigo, então eu não vou a lugar nenhum. Eu não vou dar um passo a menos que eu esteja certo de que Tu estás perto!”

Moisés sabia que era a presença de Deus em Israel que distinguia o seu povo das demais nações. E o mesmo é verdade para a Igreja de Jesus Cristo hoje. A única coisa que nos diferencia dos incrédulos é a presença de Deus “conosco”—levando-nos, guiando-nos, trabalhando Sua vontade, em nós e através de nós.

Moisés não se importava em como as outras nações recebiam sua orientação, formavam suas estratégias, administravam os seu governos ou dirigiam os seus exércitos. Ele disse: “Nós operamos debaixo de um único princípio. A única maneira de sermos guiados ou governados, para fazer guerra e sobreviver neste deserto, é ter a presença de Deus conosco!

“Quando a presença do Senhor está em nosso meio, ninguém pode nos fazer mal. Mas sem Ele, somos indefesos, reduzidos a nada. Deixem que todas as nações do mundo confiem em seus exércitos poderosos, seus carros de ferro, seus soldados hábeis, suas novas armas. Nós confiaremos na presença manifesta de nosso Deus!”

Deus respondeu à valente declaração de Moisés: “Eu mesmo irei contigo, e eu te darei descanso” (verse 14). Que promessa incrível! A palavra hebraica para “descanso” aqui quer dizer “um ambiente confortável de repouso tranquilo.” Deus estava dizendo: “Não importa que inimigos ou que provas você enfrentará; você sempre será capaz de encontrar um descanso tranquilo em Mim!”

Leia também!  Em protesto ativistas seminuas jogam água em arcebispo na Bélgica

Pense nisso: se uma igreja tem a presença manifesta de Deus em seu meio, não haverá qualquer confusão ou agitação, suor ou esforço. As reuniões de adoração não serão apressadas??, com três músicas, uma oferta e um breve sermão. Em vez disso, haverá uma paz serena, um ambiente de descanso e tranquilidade—e todos que entrarem por suas portas poderam sentir isso.

por: Rev. David Wilkerson

Portal Padom

Deixe sua opinião