JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Em todo o mundo, mais de 46 países homenageiam as mães com um dia especial, mas nem todas as nações celebram no mesmo dia. Honramos as mães com cartões, doces, flores e jantar fora. Mas você já considerou como esse feriado se tornou conhecido tem todo o mundo?

O Dia das Mães foi sugerido pela primeira vez nos Estados Unidos por Julia Ward Howe, escritora do Hino da Batalha da República. Ela sugeriu que este dia fosse dedicado à paz. Miss Howe organizava reuniões do Dia das Mães em Boston, Massachusetts, anualmente.

Em 1877, a Sra. Juliet Calhoun Blakely inadvertidamente deu início ao Dia das Mães. No domingo, 11 de maio de 1877, que era o aniversário da Sra. Blakely, o pastor de sua Igreja Metodista Episcopal deixou o púlpito abruptamente, perturbado com o comportamento de seu filho.

A Sra. Blakely subiu ao púlpito para assumir o restante do serviço e chamou outras mães para se juntarem a ela. Os dois filhos da Sra. Blakely ficaram tão comovidos com seu gesto que juraram retornar à sua cidade natal, Albion, Michigan, todos os anos para comemorar o aniversário de sua mãe e prestar homenagem a ela. Além disso, os dois irmãos também incentivaram seus colegas de trabalho e aqueles que conheceram durante uma viagem como vendedores a homenagear suas mães no segundo domingo de maio. Eles também instaram a Igreja Episcopal Metodista em Albion a reservar o segundo domingo de cada maio para homenagear todas as mães, especialmente as suas.

Embora houvesse celebrações locais em homenagem às mães no final dos anos 1800, foi em grande parte devido aos esforços de Anna Jarvis que o Dia das Mães se tornou um feriado nacional nos Estados Unidos. A mãe de Anna, Sra. Anna M. Jarvis, foi fundamental no desenvolvimento do “Dia da Amizade das Mães”, que foi parte do processo de cura da Guerra Civil. Em homenagem a sua mãe, a Srta. Jarvis queria reservar um dia para homenagear todas as mães, vivas e mortas.

Em 1907, Miss Anna iniciou uma campanha para estabelecer um Dia das Mães nacional. Ela convenceu a igreja de sua mãe em Grafton, West Virginia, a celebrar o dia das mães no segundo aniversário da morte de sua mãe, no segundo domingo de maio. No ano seguinte, o Dia das Mães também foi comemorado em sua própria cidade, Filadélfia.

A senhorita Jarvis e seus apoiadores começaram a escrever a ministros piedosos, evangelistas, homens de negócios e políticos em sua cruzada para estabelecer um Dia das Mães nacional. Esta campanha foi um sucesso. Em 1911, o Dia das Mães era comemorado em quase todos os estados da União. Em 1914, o presidente Woodrow Wilson fez o anúncio oficial proclamando o Dia das Mães como um feriado nacional, que seria celebrado todos os anos no segundo domingo de maio.

A cruzada de uma mulher de Anna Jarvis é freqüentemente esquecida nos livros de História. As mulheres durante o início dos anos 1900 estavam envolvidas em muitos outros esforços de reforma que a história por trás do Dia das Mães é frequentemente negligenciada. Mas é provável que tenham sido essas outras reformas e os caminhos que abriram para as mulheres que pavimentaram o caminho para Anna Jarvis ter sucesso em sua campanha para o Dia das Mães.

 por: Patti Chadwick

traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. Lima

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗