‘Sinto muito mãe’, diz homem condenado por matar e desmembrar a própria mãe

Ele confessou ter matado a própria mãe, seis meses após o crime, e os pedaços do corpo dela estava em uma geladeira, durante esse período ele usou o talão de cheque da vitima para pagar o aluguel e sobreviver.

0
99

Um homem que reconheceu ter matado e desmembrado sua mãe foi condenado a 30 anos de prisão.

O assassinato ocorreu em um apartamento em Honolulu , no Havaí; o homem avisou as autoridades sobre homicídio e confessou que havia matado sua mãe.

O suspeito foi identificado como Yu Wei Gong, 28; o homem tentou cometer suicídio em 2017, logo após assassinar sua mãe.

Depois da ligação para a polícia, os agentes perguntaram a ele onde estava o corpo, ao que Gong respondeu que ele estava dentro do freezer.

A polícia encontrou restos humanos, incluindo dois braços com as mãos e uma cabeça decapitada.

Em 2018, ele se declarou culpado de homicídio involuntário, salvando-se assim da prisão perpétua.

Tenho vergonha do que fiz. Sinto muito, mãe“, disse Gong na audiência, na época de seu julgamento.

O homem também disse que não merece o perdão que sua família lhe deu depois que o assassinato foi descoberto.

Quero deixar claro que amo a minha mãe e que ela foi muito boa”, concluiu Gong.

Com informações Oxygen

Deixe sua opinião