Uma professora em Massachusetts adotou um garoto com síndrome de down depois que sua mãe morreu de câncer. 

Um pouco mais de quatro anos, Kerry Bremer conheceu Jean Manning e seu filho Jake. Manning era uma mãe solteira diagnosticada com câncer de mama terminal, informa a WCB.

Depois de saber que Manning era a única responsável pelo garoto, Bremer ficou preocupada com o que aconteceria com ele depois de perder a mãe.

“Eu sabia que ele precisaria de uma casa e não havia como eu não abrir a nossa para ele”, disse Bremer.

Ela se aproximou de Manning e se ofereceu para fazer Jake parte de sua família.

“Posso estar ultrapassando por aqui e me perdoe se estiver, mas minha família e eu gostaríamos de oferecer tutela para Jake se você precisar de um plano de backup”, disse Bremer a Manning.

Manning aceitou sua oferta e explicou que a oferta tocante foi um grande alívio.

Nos anos seguintes, o garoto conheceu a família Bremer e até passou alguns fins de semana e férias com eles.

Bremer, seu marido Dave e os três filhos deram boas-vindas de maneira calorosa a Jake. 

“Eu me apaixonei por Jake instantaneamente”, disse Bremer .

Manning faleceu inesperadamente no último 13 de novembro, após tratamento quimioterápico.

“Minha mãe foi para o céu”, disse Jake. “Ela está sempre no meu coração. Ela me ama muito.”

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia