mulhervituosaO presidente da Igreja Evangélica Sinodal de Angola, reverendo Dinis Marculino Eurico, apelou hoje, domingo, na cidade do Huambo, para que a sociedade respeite a mulher de acordo com os princípios bíblicos, dando-a atenção que merece todos os dias da sua vida.

Lembrou que Deus fez a mulher para ser lembrada em todos os momentos e não apenas no mês de Março.
De acordo com ele, a mulher manifesta o seu valor todos os dias, por isso deve ser cuidada e valorizada sempre, na família, na igreja, no emprego, em toda parte.
Guiando-se no que diz a Bíblia Sagrada, o reverendo disse que o valor de uma mulher, em especial as virtuosas, excede qualquer valor deste mundo, porque elas são companheiras inseparáveis do homem, na alegria e na tristeza.
“Muitas delas são verdadeiras heroínas em termos sociais e até espirituais e foram criadas a partir de uma costela que fica perto do coração do homem”, continuou.
Falando num culto de acção de adoração a Deus e de empossamento do novo secretário da igreja para as províncias do Huambo e Bié, que decorreu no pavilhão Osvaldo Serra-Van-Dúnem, o presidente reafirmou o desejo da igreja continuar a trabalhar junto do governo na luta contra a violência doméstica.
“As notícias que chegam da imprensa sobre a violência doméstica são preocupantes e pensamos que a resolução deste problema não depende só da lei, mas também Evangelho do Senhor, por ser eficiente e eficaz”, revelou.
Pediu aos homens e mulheres que consomem bebidas alcoólicas para que abandonem o vício, com vista a redução de gastos e a melhoria das condições económicas e sociais das suas famílias, tal como manda a lei de Deus.
Convidou as pessoas a aderirem ao Evagelho, considerando que a igreja pode ser uma escola contra os vícios, deliquência e outros males.
No Huambo, a jornada Março mulher que termina no próximo dia 31 do corrente, decorre com palestras sobre o papel da mulher na família e na sociedade, plantação de árvores e visitas de solidariedade aos lares da 3ª idade e de infância.

Angola Press

Deixe sua opinião