Momento da Prisão
Momento da Prisão

Três cristãos foram presos na noite da última quarta-feira, 23, por participarem de um culto ao ar livre. A propósito, correu em Moscou, Idaho, Estados Unidos em não na Rússia.

O candidato da comissão de Latah County, Gabe Rench, um dos co-apresentadores do programa conservador “CrossPolitic”, foi uma das três pessoas presas pelos policiais de Moscou por participarem de um evento (Psalm sing), “Salmos Cante” no estacionamento da prefeitura, de acordo com o Moscow-Pullman Daily News.

Dois outros foram presos e acusados ??de resistir e desobedecer um policial. Embora Rench tenha sido preso, ele não foi acusado.

No total, cinco pessoas foram citadas pela polícia por violarem a ordem de utilizar máscara de Moscou e as ordens de distanciamento social em meio à pandemia do coronavírus.

“Vocês não deveriam fazer isso”, disse Rench enquanto os policiais o escoltavam para fora do culto algemado. “Fazer esse tipo de merda para o prefeito é constrangedor.”

Ele passou a dizer aos policiais: “Vocês são mais fortes do que isso”.

Rench e seus co-anfitriões “CrossPolitic” falaram sobre o incidente na noite de quarta-feira:

Emergency Show – Gabe Rench Arrested at Psalm Sing in Moscow, ID

Posted by CrossPolitic Studios on Wednesday, September 23, 2020

Mais vídeo das prisões sendo feitas:

So crazy times. Arrested for singing psalms.

Posted by Stefan Haney on Wednesday, September 23, 2020

Culto ao ar livre e manifesto dos cristãos contra uso de mascaras até o mês de janeiro

O evento foi promovido através da página do Facebook da Igreja de Cristo como um “salmo em flash”. Começou às 16h4, contou com a presença de mais de 150 pessoas.

Ben Zornes, pastor da Igreja de Cristo e organizador do evento, disse que a igreja realiza esse evento uma vez por mês em lugares como Friendship Square, East City Park ou em uma casa. Ele disse que o salmo de quarta-feira também foi uma maneira adequada de mostrar que os residentes desejam um retorno à normalidade em face do COVID-19.

“Queríamos fazer uma declaração de que estamos prontos para voltar ao normal”, disse Zornes.

Ele disse que é hora de começar a lutar contra as leis “amplamente infundadas” – que fazem referência à ordem da máscara – que estão sendo aprovadas e aplicadas sem dar atenção ao que os residentes desejam.

A Câmara Municipal de Moscou estendeu o pedido de máscaras para até 5 de janeiro, durante uma reunião do conselho realizado na segunda-feira.

Cerca de 40 pessoas ficaram do lado de fora antes e durante a reunião do conselho com cartazes protestando contra a ordem. Várias pessoas expressaram sua oposição ao conselho durante a reunião, quando comentários públicos foram permitidos e muitos expressaram apoio e oposição à ordem em e-mails para o prefeito e o conselho.

As equipes da cidade pintaram círculos coloridos no estacionamento da prefeitura, nos quais os participantes do evento poderiam manter o distanciamento social adequado na quarta-feira. Fry disse que a cidade sabia sobre o evento, que provocou o distanciamento social na calçada, e que potencialmente incluiria pessoas sem máscaras.

A grande maioria dos participantes – a maioria dos quais Zornes disse serem membros da Igreja de Cristo – não usava máscaras e a maioria não fazia distância social. O grupo cantou alguns hinos e concluiu com uma doxologia.

O pastor da Igreja de Cristo, Doug Wilson, alertou os participantes no início do evento que eles poderiam ser abordados pela polícia por não usarem máscara ou por distanciamento social.

Ele disse que não acha que as prisões deveriam ter sido feitas por causa dos direitos dos participantes da Primeira Emenda.

“Estávamos apenas cantando canções”, disse Zornes.

Ele disse que muitos residentes estão trabalhando para conseguir um referendo para derrubar a ordem das máscaras.

Deixe sua opinião