Pastor é criticado por superior por ter colocado mensagens contra homossexualismo na frente da igreja

1
96

Trevor Walmsley despertou a ira e revolta da comunidade e de organizações pró-gay na Austrália, por colocar mensagens contra o estilo de vida gay em frente de sua igreja.

Walmsley, que é pastor da Igreja Batista, na cidade de Hamilton tem sido acusado de homofóbico e de incentivar o ódio, tudo porque colocou duas mensagens em um painel eletrônico em frente a sua igreja. Nas mensagens o pastor mostra que é totalmente contra o casamento gay, sendo que em uma das mensagens diz que “Você só está aqui porque Deus criou Adão e Eva, não Adão e Ivo” e a outra diz que “Nenhum de nós devemos a nossa existência a duas pessoas do mesmo sexo”.

O pastor se defende dizendo que mesmo que as frases sejam controversas ele tem o direito de dizer que é a favor do matrimonio tradicional. “Eu não posso falar em nome de toda a minha denominação, mas pessoalmente e, provavelmente, toda a nossa igreja, gostaria que ficássemos apenas com a definição tradicional de casamento, um homem e uma mulher, excluindo todas as outras possibilidades… Como seguidores de Jesus, que amou as pessoas que não eram amadas pela sociedade, somos chamados a fazer o mesmo. Mas descordar do que as outras pessoas acreditam que não significa necessariamente que não as amamos”.

As opiniões contrárias e as criticas feita contra o corajoso pastor, tem surtido efeito, pois um porta voz da Missão Batista Australiana, pr. Rob Benson criticou o pastor Walmsley, taxando as mensagens como infantis.

“Essa é uma declaração infantil e tem sido há décadas. É lamentável que uma das nossas igrejas batistas opte por escrever uma declaração desse tipo e colocá-la do lado de fora. Isso envia a mensagem errada. Queremos tratar todas as pessoas, sem exceção, com respeito e não é útil ao debate sobre a validade do casamento gay termos esses tipos de slogans infantis exibidos em nossas igrejas.” Disse Benson, proibindo então as mensagens na frente do templo.

No entanto, no mês de junho, a Missão Batista da Austrália, divulgou um comunicado afirmando que: “Essa é uma declaração infantil e tem sido há décadas. É lamentável que uma das nossas igrejas batistas opte por escrever uma declaração desse tipo e colocá-la do lado de fora. Isso envia a mensagem errada. Queremos tratar todas as pessoas, sem exceção, com respeito e não é útil ao debate sobre a validade do casamento gay termos esses tipos de slogans infantis exibidos em nossas igrejas”.

Isso é apenas um reflexo do que acontece em todo o mundo, sendo que as organizações pró-gay tem feito de todo, inclusive no Brasil, o possível para criar leis que venham proteger a minoria gay, além de garantir que casais de mesmo sexo tenham os mesmo direitos que os héteros, inclusive o reconhecimento de casamento.

Portal Padom

Com informações Gospel Prime, Catch The Fire e News.au

 

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui