O pastor Inereu Vieira Lopes, líder da igreja Tabernáculo Vitória, contratou três advogados para defender a entidade. Inereu, que antes alegou em um culto perante aos fiéis que seu advogado seria Jesus Cristo, mudou de opinião após ex-membros da Tabernáculo moverem a primeira ação Judicial contra a seita.

Os advogados contratados: Clemente Oliveira Filho, Altair Carlos Gomes e Rafael Maia Oliveira se apresentaram à Justiça de Ecoporanga nesta segunda-feira (06), último dia que a Tabernáculo tinha para se manifestar perante a ação cautelar movida contra ela. A ação que tem caráter liminar pede a manutenção de Dinair Francisca Hubner e Daniel Machado, que doaram benfeitorias como casas, plantações e gados dentro do terreno doado para a Tabernáculo Vitória.
De acordo com o advogado Clemente Oliveira Filho, por enquanto, a defesa apenas se apresentou judicialmente. Os advogados só irão manifestar argumentos após a ação principal da defesa de Daniel e Dinair ser protocolada.
“Não vamos recorrer quanto a ação cautelar por ela se tratar de uma liminar judicial. Vamos aguardar a ação principal que a defesa das partes vai ter que apresentar em 30 dias. Depois disso iremos analisar e apresentar a defesa da Tabernáculo”, explicou o advogado.
Clemente Oliveira Filho afirmou que foi o próprio pastor Inereu Vieira Lopes quem procurou o trabalho dos três profissionais. Um inclusive, Altair Carlos Gomes , tem escritório em Vila Velha, o que facilitará o trabalho da equipe, de acordo com Oliveira Filho, que ao lado de Rafael Maia, atua em Ecoporanga.

Gazeta online

Num culto que aconteceu em 2007, quando a Tabernáculo Vitória ainda funcionava na capital capixaba, o pastor Inereu Vieira Lopes chegou a declarar que esperava ações judiciais contra ele e a Tabernáculo devido as crenças que pregava aos fiéis. No mesmo culto, o pastor disse que não iria respeitar nenhuma ação judicial e muito menos contratar advogados que segundo ele, seriam incrédulos.

Assista ao video neste link

Deixe sua opinião