O porta-voz da Igreja Católica, padre José Diogo Jerónimo, afirmou, em Ndalatando, que a viagem de Bento XVI a Angola traz maior consistência à fé dos católicos e produz efeitos na pacificação dos espíritos.

A presença de Bento XVI vai permitir que, em com junto com os bispos de outros países, “tracemos estratégias para a realização do sínodo Católico na África, certame que é realizado de forma regular para avaliação do andamento das atividades da Igreja Católica no continente”, disse o padre José Diogo Jerónimo. O sacerdote revelou que no Kwanza-Norte estão a ser realizadas vigílias, catequeses, conferências e outras atividades religiosas com o objectivo de preparar espiritualmente o povo do Kwanza-Norte para que receba condignamente o Papa.

Segundo o padre José Diogo Jerónimo, vai a Luanda, em representação da província, uma comitiva composta por 200 delegados, dos quais 100 jovens provenientes de todas as paróquias e 100 outros responsáveis da Igreja, entre catequistas, padres e madres. Os católicos do Kwanza-Norte começam a deixar a província nos dias 15 e 19.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe sua opinião

Leia também!  FIM DOS TEMPOS - Robôs serão comercializados este ano para cuidar de pessoas durante a pandemia