O sofrimento não tem o poder de nos fazer crescer, embora muitos possam legitimamente testemunhar que cresceram (e muito) em períodos de sofrimento.

O caso é que o sofrimento nos faz perder o interesse nas distrações. E são elas, as distrações, que nos impedem de crescer. Portanto sim, crescemos em meio ao sofrimento, mas não porque o sofrimento tenha em si mesmo essa propriedade – ele apenas nos ‘liberta” (de maneira bem cruel) daquilo que nos trava de avançar.

Não me entenda mal. As distrações não são, em si mesmas, coisas ruins, também. O que é ruim é a nossa tendência de adotar um estilo de vida baseado na distração. E aí, ao invés de se distrair por um pouco, a gente abraça uma vida distraída, logo de uma vez. E é aqui que mora nosso problema. O entretenimento deixa de ser um escape e passa a ser a regra da rotina. Onde é que a gente encaixa na vida assim a reflexão? E o hábito de olhar pra dentro, encontrar as mazelas e levá-las à cruz? Uma mente barulhenta, cheia de informação que não produz absolutamente nada e desacostumada ao silêncio, nunca consegue provar do tédio necessário para o surgimento das boas ideias.

E é justamente isso o que o sofrimento faz. A gente fica tristonho, mal-humorado, ranzinza. E perde o interesse no que é fugaz, superficial – no mero divertimento. E aí então sobra espaço – finalmente – pro espírito refletir e encontrar largura de expansão. 

Então você percebe aqui a lição? Deveríamos aprender não com o sofrimento, mas aprender no sofrimento! Que as distrações devem ser gerenciadas de maneira competente, pra amadurecermos, isso sim, seja em meio ao sofrimento, ele mesmo, ou na paz – pois tanto faz. O que me faz (ou então me rouba a chance de) amadurecer não é o sofrimento, e nem a calmaria. Mas a atitude que eu imprimo todo dia.

SOFRIMENTO FAZ CRESCER? | Recebi essa pergunta muito legal na caixinha, decidi falar sobre ela aqui ?

Posted by Alan Motta on Thursday, July 23, 2020

por: Alan Motta

Deixe sua opinião


Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?
Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo