Soldados iranianos da Guarda Revolucionária do Irã

JERUSALÉM, Israel – O comandante da Guarda Revolucionária do Irã ( IRGC), disse na segunda-feira que o Irã agora tem a capacidade de destruir Israel.

O general-general Hossein Salami chamou Israel de “regime sinistro” que “deve ser varrido do mapa”, segundo o site de notícias da Guarda Revolucionária. “Isso não é mais … um sonho (mas) é uma meta alcançável”, disse ele.

Seus comentários são feitos apenas dois dias depois de Abbas Nilforoushan, vice-comandante de operações do IRGC, ameaçar que “nada restará de Israel” se Israel atacar o Irã.

O Irã cercou Israel dos quatro lados“, disse Nilforoushan no sábado, em entrevista à agência de notícias iraniana Tasnim.

O Irã está sob imensa pressão econômica e política em meio à crescente tensão com o Ocidente. O Irã também costuma atacar o aliado mais próximo do Oriente Médio dos Estados Unidos, Israel, com ameaças de destruição completa.

No início deste mês, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu descobriu uma instalação nuclear secreta no Irã, que ele disse que Teerã havia usado para tentar desenvolver armas nucleares.

Netanyahu disse que o Irã destruiu a instalação depois de saber que Israel a havia detectado.

Segundo informações, Israel atacou ativos militares iranianos no Iraque, Síria e Líbano nos últimos meses para impedir que o regime ataque o Estado judeu.

Em abril, o presidente dos EUA, Donald Trump, designou oficialmente o IRGC como uma organização terrorista.

“Este passo sem precedentes, liderado pelo Departamento de Estado, reconhece a realidade de que o Irã não é apenas um patrocinador estatal do terrorismo, mas que o IRGC participa ativamente, financia e promove o terrorismo como uma ferramenta de Estado“, disse o presidente em uma afirmação. “O IRGC é o principal meio do governo iraniano de dirigir e implementar sua campanha terrorista global”.

O movimento sem precedentes é a primeira vez que os Estados Unidos classificam as forças armadas de outro país como grupo terrorista.

A designação veio com sanções contra o Irã, incluindo um congelamento de ativos que o IRGC pode ter nas jurisdições dos EUA e uma proibição de americanos negociarem com a Guarda.

Deixe sua opinião