Morreu aos 87 anos o escritor português José Saramago. Ele estava em sua casa (18), em Lanzarota, ilhas Canárias, devido uma múltipla falha orgânica. A informação é da agência EFE, que ouviu a família do escritor. Considerado como um dos maiores escritores da atualidade, Saramago dedicou boa parte de sua vida a pesquisa e produção literária. Nos últimos anos, passou a publicar obras condenando Deus e descreditando sua existência.
No livro “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, o autor (que se dizia ateu) afirma que Jesus era casado com Maria Madalena e que a descrição feita pelos evangelistas não seguiu à risca a verdade dos fatos. Por ocasião do lançamento do seu novo livro “Caim”, em 2009, o autor disse que não se pode “confiar em Deus”. Disse ainda que “Deus não existe” e “que ele foi inventado pelo homem”. No livro, defende Caim e condena Deus.

Fonte: INPR Brasil/ Padom

Deixe sua opinião