Milhares de cartas solicitam libertação do pastor Abedini

0
112

cartas-saeed-abedini-pastorO Centro Americano para a Lei e Justiça (ACLJ), lançou um de seus maiores esforços para pedir a libertação do pastor americano, Saeed Abedini. A ACLJ enviará milhares de cartas toda a semana ao presidente iraniano, Hassan Rouhani, como uma forma de pressiona-lo.

“Através da utilização de um novo web site que promove a sensibilização pela igreja perseguida e dá voz aqueles que não tem, pedimos que escrevam uma carta ao presidente Hassan Rouhani, pedindo que o pastor Saeed seja liberado“, disse o diretor executivo da ACLJ, Jordan Sekulow, através de uma carta.

“Escrevemos um texto que pode ser usado, ou pode ser personalizado para enviar sua própria mensagem, mas o nosso objetivo é simplesmente: Enviar 52 mil cartas pedindo ao presidente Rouhani que salve Saeed”, disse ele.

Abedini continua preso na prisão de Evin, no Teerã, desde o ano passado, sendo condenado a oito anos de prisão, supostamente de ter colocado em perigo a segurança nacional.

O Centro Americano para Lei e Justiça que representa a esposa do pastor, Nahgmeh e seus dois filhos, indica que o pastor foi preso por causa de sua fé cristã.

Apesar do envio de um abaixo assinado com mais de 650 mil assinaturas de pessoas de todo o mundo, e de altos funcionários americanos, como o secretário de estado, John Kerry, o Irã se recusou ouvir os apelos para sua libertação.

Em agosto a filial da 36 da Corte de Apelações do Teerã, se recusou  reduzir a pena de oito anos.

Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui