Messi recusou a jogar contra Israel porque “mata crianças inocentes palestinas”?

A Argentina suspendeu o amistoso que disputaria contra a seleção israelense neste sábado em Jerusalém, próximo a Copa do Mundo da Rússia em 2018.

0
961

As declarações supostamente feitas pela estrela da seleção argentina, Lionel Messi, em que ele afirmou que “La Pulga” se recusou a jogar o amistoso contra Israel por ser um país que “mata inocentes crianças palestinas” e que causou grande o alvoroço nas redes sociais é falsa, informa a AFP.

“Como embaixadora da Unicef não posso jogar contra pessoas que matam inocentes crianças palestinas, tivemos que anular o jogo porque somos seres humanos antes de jogadores de futebol”, foi a frase atribuída a Messi, em uma suposta entrevista com a rede argentina TyC Sports. .

No entanto, um dos repórteres da rede de televisão que cobre a preparação da Argentina na cidade espanhola de Barcelona para a Copa do Mundo na Rússia negou que “La Pulga”, como Messi é chamado por alguns,  tenha dito essas palavras. “É falso (…) Messi não falou com nenhuma mídia e nem com a TyC Sports sobre isso,informo com precisão, Messi naquela turnê não falou com a imprensa”, disse o jornalista Martín Arévalo.

De acordo com a AFP, o camisa 10 da Argentina  não gosta de fazer declarações de conteúdo político ou de oferecer frases de alta sonoridade. Além disso, como é uma estrela mundial, seus compromissos extra-esportivos são feitos em áreas de consenso, longe de tensões e conflitos.

No dia 5 de junho, a Argentina suspendeu o amistoso que seria disputado neste sábado contra Israel em Jerusalém. O cancelamento da partida foi causado pelo risco percebido pelos jogadores argentinos de incidentes que ameaçam sua segurança. Segundo a embaixada israelense no país sul-americano, houve “ameaças e provocações dirigidas a Lionel Messi“.

Esse encontro seria o último teste da Argentina, antes de enfrentar a Copa do Mundo da Rússia em 2018. Mas o confronto esportivo não conseguiu escapar do conflito político entre Israel e a Palestina, que piorou nas últimas semanas.

Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui