Noticias gospelUm marroquino foi brutalmente assassinado na França, na presença de sua esposa, ao receber 17 facadas das mãos de um vizinho.

Mohamed El Makouli, foi agredido por um homem de 28 anos, que entrou na casa da vítima por volta das 1:30 da manha, da última quarta-feira, gritando ‘sou o teu deus, sou o teu islã, segundo informou o Observatório Nacional contra a islamofobia, citado pelo ‘The Independent’.

El Makouli tinha 47 anos, e morava no povoado de Beaucet, perto de Avignon, no sul da França, ao ser ferido sua esposa Nadia de 31 anos, tentou salva-lo, no entanto não resistiu e veio a óbito. A mulher sofreu ferimentos em suas mãos antes dela fugir com seu filho para chamar a policia.

O presidente do Observatório Abdallah Zekri condenou o ataque qualificando-o de ‘horrível ataque islamofobico’, e disse que a parceira da vitima foi muito clara ao relatar que o agressor havia gritado sobre o islã. “Ela tem certeza do que ele (agressor) disse”, disse Zekri em comunicado a AFP.

O homem foi acusado de homicídio, tentativa de homicídio e posse de drogas antes de ser internado em um hospital psiquiátrico em Montfavet.

Foi relatado que o agressor foi diagnosticado com esquizofrenia, pois ele alegou que tinha ouvido vozes e as autoridades dizem que ele foi encontrado na cena do crime em um estado incoerente.

A polícia disse sexta-feira que as acusações de islamofobia será considerada após a investigação começarem.

Portal Padom

Deixe sua opinião