JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

A história da depressão do profeta Elias está em 1Rs 19.1-18.

Antes de mais nada é preciso deixar bem claro que a imensa maioria dos casos de depressão, em especial no período que estamos vivendo de pandemia, não tem sua origem espiritual, portanto, o tratamento da doença requer muito mais o acompanhamento de profissionais de saúde do que de pastores.

Dito isso, analisaremos a questão do profeta Elias com o objetivo de apontar alguns sintomas depressivos com o objetivo de auxiliar as pessoas que estão enfrentado essa enfermidade.

Existem algumas causas desencadeadoras dos sintomas depressivos, mas no caso do profeta, assim como o de muitas pessoas atualmente, é o estresse acompanhado de sentimentos de incapacidade gerados pela situação vivida. A perda de entes queridos, divórcios e desemprego estão entre os fatores que podem fazer surgir sintomas depressivos. Atualmente, a longa crise de saúde proporcionada pela COVID, é o principal fator motivador da depressão.

No texto de 1Reis 19, aprendemos que Jezabel ameaçou de morte Elias e essa situação fez com que o profeta tivesse medo e se retirasse para o deserto. Note que foi um medo, plenamente justificável pelas circunstâncias que fez com que ele temesse a morte. A atual crise de saúde, com seus altos índices de mortalidade, é fator mais do que determinante para o aparecimento da depressão. 

Continuando no texto bíblico vemos que Elias foi para o deserto e pediu a morte a Deus. Isolar-se diante de um problema de saúde emocional não é a melhor solução pois nossos temores, diante do silêncio e do isolamento, tendem a crescer e a tomar conta de todos os nossos pensamentos.

O distanciamento social tão necessário nesses dias não possibilita que tenhamos contato com muitas pessoas, contudo, mesmo em nossas casas, é possível mantermos contato com entes amados e amigos. Para tanto, utilize todos os meios disponíveis, tais como whassap, chamadas de vídeo ou até mesmo chamadas telefônicas comuns, o importante não é o meio utilizado, mas sim a manutenção de contato com outras pessoas.

O texto bíblico continua e em 1Rs 19.5 lemos que depois de pedir a morte Elias se deitou e dormiu, como quem deseja fugir da difícil realidade vivida. A falta de esperança em dias melhores leva a pessoa a querer fugir da realidade e a desistir de lutar.

Quando continuamos o texto aprendemos que Elias não tinha tantos motivos para estar deprimido, afinal de contas Deus estava com ele. Contudo, devemos lembrar que, até aquele momento Elias não sabia o que iria acontecer com ele no futuro, portanto, sua falta de esperança era motivada pelo que ele estava vendo ao seu redor naqueles dias.

Não permita que as circunstâncias que estão te rodeando nos últimos dias influenciem seus pensamentos. Embora as notícias, em geral, não sejam boas, a verdade é que, assim como aconteceu com Elias, a sua vida não acabou e Deus ainda continua com o controle dela em Suas Mãos!

No versículo 6, aprendemos com Deus que, embora não tenhamos nenhuma vontade, a alimentação correta durante os períodos de crise é um dos remédios naturais a serem ministrados.

 Deixar de se alimentar durante as crises não irá ajudar a vencer o momento de dificuldade.

Deus mandou alimento fresco e natural, água e pão.

Não deixe de se alimentar. Dê preferência a produtos não industrializados.

 O texto bíblico não nos fala quanto tempo Elias dormiu nem a quantidade de comida com que se alimentou. Aprendemos, apenas que ele comeu, bebeu e voltou a se deitar.

Note que o versículo 7 diz que o anjo voltou, ou seja, Elias havia se alimentado, mas também retornou a a seu estado anterior de desanimo e prostração.

Aprendemos aqui que, mesmo tendo ajuda, não é fácil vencer a depressão. Deus havia mandado um anjo ao profeta, mas nem mesmo a visão celestial foi capaz de fazer com que ele se motivasse e recobrasse o bom animo.

Não desanime se não conseguir recobrar as forças imediatamente, mesmo tendo ajuda das pessoas e de Deus.

O importante, nesse momento, é acreditar que a crise vai passar e que assim como Elias, a sua história ainda não terminou.

Continuando a leitura, lemos no versículo 8 que depois de se alimentar, Deus mandou Elias a uma viagem de quarente dias e quarente noites ao monte Sinai. Aprendemos aqui uma lição simples, fácil porém extremamente importante. Atividade física.

Deus mandou Elias andar. Note, não era necessário gastar nenhum dinheiro ou ter algum equipamento especial. Bastava caminhar.

Segundo os estudiosos a atividade física faz com que nosso organismo venha a produzir, dentre outros hormônios, a endorfina que combate o estresse e a ansiedade, fazendo com que venhamos a nos sentir melhor. Deus mandou Elias fazer exercício físico e isso era parte do tratamento. 

Caminhar em lugares arejados e evitando aglomerações é um excelente remédio natural no combate a depressão.

Contudo, perceba que o tratamento e a melhora não são tão fáceis, é preciso força de vontade e ajuda das pessoas que nos rodeiam. 

Diz o versículo 9 que depois de se alimentar e fazer atividade física Elias entrou em uma caverna, em outras palavras, buscou, novamente, o isolamento.

Não desista se o tratamento, aparentemente, não estiver surtindo o efeito esperado. É preciso tempo e perseverança para colher resultados.

No meio da crise depressiva pensamos que somente grandes acontecimentos serão capazes de nos ajudar a sair dessa escuridão da alma. Acreditamos que a esperança em dias melhores somente irá se materializar diante de grandes eventos. Elias aprendeu que a realidade de Deus não funciona assim.

 Diz os versículos 11 e 12, que Deus não se manifestou nem no vento, ou no terremoto nem no fogo, mas em uma brisa suave.

A melhora não acontece em marcos ou acontecimentos grandiosos e específicos, mas aos poucos, de maneira imperceptível, lentamente.

Esta crise de saúde que já dura mais de um ano causou e ainda está ocasionando feridas profundas na área emocional das pessoas. Aos poucos e sorrateiramente ela foi se infiltrando em nossos pensamentos e afetando o comportamento, portanto, para se reverter esse processo é preciso paciência, perseverança e fé em Deus que nunca abandona os seus filhos.

Embora pudéssemos extrair mais alguns ensinamentos sobre o combate da depressão na vida de Elias, gostaria de finalizar esta breve análise destacando a última orientação do Senhor contida nos versículos 15 e 16 de Reis 19. Tenha um objetivo!

 Depois de alimentado, de ter se exercitado e de saber que não estava sozinho afinal de contas tinha tido contato com um anjo do Senhor e depois com o próprio Deus, Elias recebeu a incumbência de ungir um rei e consagrar um profeta.

A falta de objetivos na vida, faz surgir o desânimo e a desesperança. É preciso encontrar alvos a serem alcançados! Filhos, casamento, vida espiritual, ministerial, profissional são apenas alguns alvos que precisam ser traçados para que consigamos vencer essa tristeza da alma.

Embora esse momento da saúde emocional seja difícil, sempre haverá alguém que precisará de você!

 Quando Deus deu a ordem, na verdade Ele estabeleceu um objetivo que, conforme lemos em 1 Reis 19 e seguintes, fez com que Elias levantasse, caminhasse e continuasse a viver.

Uma crise prolongada, em qualquer área da vida, é capaz de minar os alicerces de nossa saúde emocional. Elias, um profeta que tinha grande intimidade com Deus nos ensina que não existe super-homem que seja imune a depressão e que em certos momentos da vida venha a desejar a morte.

Contudo, aprendemos também que uma alimentação correta, exercícios físicos e objetivos concretos a serem realizados são instrumentos capazes de auxiliar no combate a escuridão da alma.

Lembrando que a depressão é uma doença séria e que precisa ser acompanhada por profissionais de saúde.

Não deixe de considerar o acompanhamento médico nem de tomar remédios eventualmente ministrados pelo profissional. Assim como não há problema algum em se tomar um antitérmico quando estamos com febre, também não há inconveniente em se tomar antidepressivos.

A história de Elias serve para nos ensinar que mesmo quando estamos nos momentos mais difíceis de nossa vida, sem esperança e desanimados, pensando que estamos sozinhos e desamparados, Deus se manifesta, ainda que em meio a uma brisa suave, para te fortalecer e sustentar.

Que o Senhor te abençoe e te guarde!

por: Pr. Fernando Marques Sá (Instagram)

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗