Neste domingo um homem arrancou os próprios olhos, durante uma missa na Catedral de San Andre, em Viareggio, no norte da Itália.

Um homem de 46 anos, nascido na Inglaterra, que a muitos anos vive na cidade de Toscana, no momento em que assistia a uma missa, derrepente “se levantou, começou a gritar, e arrancou os olhos com suas próprias mãos”.

Segundo a policia, no momento em que estava sendo atendido pela equipe médica, o homem explicou que tinha obedecido “uma voz” que lhe mandou arrancar os olhos.

Ao chegar ao hospital, os médicos não puderam fazer nada para evitar que ficasse cego.

A policia informou que o homem, não corre risco de vida, e que  se encontra internado em um hospital psiquiátrico, esperando para fazer um teste para verificar o seu estado mental.

Horas apos o incidente, a mãe do homem, disse que estava com ele na igreja, quando derrepente seu filho “se atirou no solo e começou a bater a cabeça no chão. Seu rosto esta ensangüentado. Eu não entendia o que estava acontecendo. Ele não dizia nada”, declarou ela.

O Dr. Gino Barbacci, que atendeu o homem, ficou intrigado com o ocorrido “é preciso uma força sobre humana”, também disse que nunca viu nada igual em 26 anos de profissão.

Barbacci, também se surpreendeu quando o homem chegou no hospital, juntamente com sua mãe idosa, ele chegou consciente, “não se queixou nem parecia sentir dor, embora seu rosto estava com uma máscara de sangue”, disse Barbacci.

A notícia parece ser um filme de terror, quando perguntaram o seu nome ele respondeu corretamente. Depois que os médicos italianos lhe perguntaram por que ele tinha arrancado os olhos, ele sussurrou: “Eu já disse uma voz”, então ficou em silêncio. A imprensa italiana disse que o homem estava sendo tratado por problemas psicológicos, mas decidiu não tomar mais os medicamentos que os médicos haviam prescrito.


Fonte: Portal Padom

Com Informações Agencias EFE

 

Deixe sua opinião