Início Noticias Gospel Ciência/Tecnologia Fake! – Pfizer não anunciou uma ‘atualização de vacina’ que inclui um...

Fake! – Pfizer não anunciou uma ‘atualização de vacina’ que inclui um chip de processamento da Microsoft

106

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Um artigo que diz que a Pfizer revelou uma vacina COVID-19 atualizada contendo um chip da Microsoft não é verdade – e seus redatores originais pretendiam que fosse engraçado.

O artigo foi postado online com o título: Pfizer Announces COVID-19 Vaccine Upgrade, Now Includes Microsoft Chip For Reduced Symptoms  (Pfizer anuncia atualização de vacina COVID-19, agora inclui chip da Microsoft para sintomas reduzidos), e continua alegando que o presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, disse que o chip de pluton tornaria “mais fácil do que nunca” rastrear receptores de vacina. O artigo acrescenta: “Há rumores de que a Apple planeja fechar um acordo semelhante com a Moderna, mas nada está confirmado ainda. As ações da Microsoft ($ MSFT) caíram 2% e as ações da Pfizer ($ PFE) subiram 1,3% nas negociações após o expediente.”

O artigo parece ter sido postado originalmente no The Stonk Market, um site que deixa claro que seus artigos não devem ser considerados como algo sério, mas como uma brincadeira (veja aqui). Uma nota em seu site diz: “TheStonkMarket.com é um site de sátira financeira. O site oferece cobertura exclusiva sobre o setor financeiro, ações, fundos de hedge e mercados globais. Missão: Fornecer humor diário e fazer as pessoas rirem.”

No entanto, o artigo também foi publicado literalmente em outro lugar na internet, sem qualquer indicação de que pretendia ser uma sátira (aqui).

O link para o artigo duplicado foi visto milhares de vezes no Facebook e whatsapp, com alguns usuários aparentemente deixados com a ilusão de que a história é autêntica. “Parece o plano perfeito … NÃO TENHO PALAVRAS para aqueles que acreditam neste BS !!” disse um usuário (aqui). Também foi compartilhado em italiano (aqui), russo (aqui) e hebraico (aqui).

VEREDITO

Sátira. Os redatores originais pretendiam que o artigo tivesse um efeito humorístico; no entanto, cópias compartilhadas nas redes sociais que não deixam essa intenção clara fizeram com que alguns usuários acreditassem que eram autênticas.

Deixe sua opinião