JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Noticias GospelA enfermeira americana, Amber Vinson, que contraiu o ebola por atender um liberiano doente nos Estados Unidos, deixou o hospital na última terça-feira, depois de ser declarada livre do vírus. Ela agradece a Deus pela sua cura.

“Em primeiro lugar quero agradecer a Deus. Acredito que com Deus tudo é possível“, disse Vinson em uma entrevista coletiva a imprensa.

Vinson e outra enfermeira, Nina Pham, foram infectadas enquanto atendiam no Hospital Presbiteriano do Texas, o liberiano Thomas Eric Duncan, que contraiu o ebola em seu país natal sem saber e mais tarde desenvolveu os sintomas quando já estava no Estados Unidos.

Amber-Vinson-ebolaNo entanto, o homem veio a morrer no dia 8 de outubro, mas graças a Deus elas foram capazes de superar a doença.

“Foi o amor de Deus que nos sustentou, que nos deu força para lutar”, disse Vinson.

Vinson foi transferida para o Hospital Emory de Atlanta, onde haviam atendidos os missionários cristãos Kent Brantly, Nancy Writebol e Rick Sacra, que contraíram o vírus enquanto serviam na Libéria.

Vinson reconhece o trabalho da maioria desses crentes, “Agradeço a Kent Brantly e Nancy Writebol por sua liderança em educar o público sobre esta doença difícil, mas tratável.”

A jovem de 29 anos de idade agradeceu por todas as orações que fizeram por ela, “Essas orações me sustentaram”, acrescentou.

O medo de um possível surto de Ebola em os EUA cresceu quando foi revelado que, antes de ser diagnosticada, Vinson voou de Cleveland para Dallas com um pouco de febre, e com a aprovação de um oficial dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Sua companheira de serviço também foi curada do ebola

Como Vinson, Pham recebeu alta na sexta-feira e deixou o Centro Clínico dos Institutos Nacionais de Saúde, onde estava internada em Bethesda, perto de Washington.

Depois de deixar o local clínico Pham, 26 anos, foi recebida pelo presidente dos EUA, Barack Obama, no Salão Oval.

A reunião foi fechada para a imprensa, mas os fotógrafos poderia capturar o abraço Obama deu Pham, refletindo o desejo do presidente para tranquilizar os americanos após os primeiros casos de Ebola detectados no país. cbn

Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗