Não importa quantas batalhas na vida você já perdeu, o importante é no final ganhar a guerra. Conta uma lenda que Einstein estava brincando sobre conceitos da Relatividade: “Fique uma hora com a pessoa amada e vai parecer que foi só um minuto. Coloque a mão sobre a chama por um minuto, e vai parecer que foi uma hora”. Quando Deus tem planos para você, não importa o lugar na fila.

Susan M. Boyle ficou muito deprimida quando perdeu a final do concurso Britain’s Got a Talent. Um concurso de calouros realizado pela Rede de Televisão britânica ITV. Ela passou quatro dias internada na psiquiatria, chateada pela divulgação de um número de telefone errado que a produção do programa divulgou. Por causa dessa trapalhada o primeiro lugar do concurso foi para o grupo de dança Diversity.

Alguma vez nestes últimos três anos você já ouviu falar do  grupo Diversity? Em termos de sucesso, do que lhe valeu aquele primeiro lugar? Foi um dos maiores exemplos de uma vitória relativa que eu já vi.

Já com a divulgação da música “I dreamed a Dream”,  Susan Boyle ficou conhecida mundialmente da noite para o dia – apesar do segundo lugar. Ela se  mudou para os Estados Unidos, gravou pela Sony Music e vendeu 10 milhões de cópias do 1º álbum de novembro/09 a setembro/10. Em uma semana – de 23 a 30 de novembro de 2009 vendeu mais 8 milhões de cópias, recorde registrado no Guiness Book, desbancando  Withney Houston

Nelson Piquet, um brasileiro tricampeão mundial de F1, disse uma célebre Frase: Quem fica em segundo lugar é o primeiro na fila dos perdedores. Mas, quando Deus quer, o segundo se torna maior que o primeiro. Susan Margareth Boyle é o exemplo perfeito.

Leia também!  Beth Ditto quer formar grupo gospel com Susan Boyle

Steve Jobs era o gênio por trás da Apple.  A companhia que fundou e  criou o primeiro microcomputador pessoal. Sua liderança era inegável, mas sua arrogância, insuportável. Foi despedido pelos próprios sócios. Este prejuízo e abandono foram decisivos para que ele reencontrasse o caminho para cima. Foi reconduzido anos depois para a mesma Apple. Ali voltou a  trabalhar e criar. Seu gênio melhorou e suas escolhas foram certas e decisivas. No ano passado, antes de morrer, a Apple era a empresa mais valiosa do mundo, valendo cerca de 391 bilhões de dólares.

Se Deus estiver em sua causa, todo prejuízo é relativo e pode ser transformado em lucro, para mostrar que Deus é tudo e nada somos sem Ele.

A Kodak durante mais de cem anos foi uma das maiores multinacionais americana. Até semana passada, quando pediu autofalência. Foi líder de mercado por um século, mas sua liderança se esfarelou.

A Xerox tinha um departamento top de engenheiros. Eles patentearam quase todos os dispositivos de um microcomputador. Mas a visão da empresa era curta; seus executivos não criam que os computadores pessoais se tornassem um produto de massa,  por isso venderam todas as patentes para a IBM, para ficar somente no ramo de fotocópias.

Não se impressione,
 como fez o Profeta Samuel na casa de Jessé. Ele se confundiu achando que a beleza era um sinal de aprovação de Deus. Assim também tem Deus nos falado ultimamente pela vida de Susan Boyle. Quando o Senhor responde uma oração, não há beleza, nem força, nem potestades, nem  inferno, nem coisa alguma deste mundo ou fora dele que possa impedi-LO de cumprir Sua vontade

Leia também!  Boas razões para acreditar em Deus

Aceite Jesus. Ande na presença do Senhor e prepare-se para grandes surpresas.

por: João Cruzué

Deixe sua opinião