cristãos-igrejas-perseguidos-bangaldeshUm funcionário do governo local no centro de Bangladesh suspendeu a construção de uma igreja, os cristãos se veem forçados a reunir-se em uma mesquita, além de terem começado receber ameaças de serem expulsos do povoado, se eles não renunciarem a sua fé, segundo informou o World Watch Monitor.

A construção do prédio da Igreja Evangélica de Santidad e Tangail, na vila de Bilbathuagani, no distrito de Tangail, começou no dia 8 de setembro, por um grupo de cristãos que se reuniam em segredo durante três anos. No entanto, o presidente do conselho local, Rafiqul Islam Furak, se reuniu com cerca de 200 manifestantes para protestar contra o inicio da construção do templo cristão.

Os crentes foram chamados para o seu escritório, onde mais de mil muçulmanos estavam esperando pelo lado de fora, logo após um anuncio colocado em todas as mesquitas da cidade para participarem da reunião com presidente do conselho.

“O presidente e os imãs das mesquitas me interrogaram por ter aceitado o cristianismo. Perguntaram-me o porque eu havia me convertido em um cristão. É um grande pecado converter-se ao cristianismo no Islã. Se não  aceitar o islamismo eles golpeariam, queimariam a minha casa e me expulsaria da sociedade. Suas ameaças me congelaram os ossos, mas a fé em Cristo é a fonte de minha vida. Agora eu não sou muçulmano, eu sou cristão”, disse Mokrom Ali, de 32 anos.

Para pensar: Enquanto isso em nosso país, temos liberdade religiosa para construirmos mega-templos, mas infelizmente muitas vezes não valorizamos, faltamos nos cultos de nossas igrejas, com mil e uma desculpas. Olhem na luta que os cristãos fora do Brasil estão sofrendo por tentar se reunir e adorar ao Deus verdadeiro.

Portal Padom

Deixe sua opinião